DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Ciências da Comunicação >
FCSH: DCC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7755

Título: Comunicação estratégica digital. Otimização das estratégias comunicacionais através de novas plataformas sociais na web
Autor: Monteiro, David José Marques
Palavras-chave: Comunicação Estratégica Digital
Media Sociais
Utilizador 2.0
Enterprise 2.0
Issue Date: Mar-2012
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: O desenvolvimento das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), a promoção da transmissão digital aplicada aos processos técnicos e administrativos, e o melhoramento da qualidade de acesso à Internet, em consumo doméstico e empresarial, deixaram de pertencer ao leque de preocupações do mercado exclusivo da tecnologia e das operadoras de telecomunicações. Estes temas passaram a integrar as agendas políticas de Portugal e da própria União Europeia que identificam a aposta no digital como um fator estratégico de superação da crise atual. Esta aposta passa pela definição de uma Agenda Digital capaz de promover o investimento público e privado em Investigação e Desenvolvimento (I&D), que tenha repercussões ao nível do progresso no conhecimento, no crescimento sustentável e no crescimento inclusivo. O contexto de crise atual pode, por vezes, ser entendido como uma oportunidade, um estímulo à capacidade das organizações reverem e reinventarem os seus procedimentos e as suas estratégias de comunicação, interna e externamente. Hoje, reconhecemos que existe uma nova cultura de participação individual e coletiva, baseada nos princípios da Web 2.0 que atribuíram novas competências aos utilizadores. Podemos falar num utilizador 2.0, com capacidades de compreensão das plataformas sociais na Web e domínio das novas aplicações online. Um novo perfil de utilizador com capacidades singulares que cada organização poderá canalizar para a definição de uma nova estratégia de comunicação. Uma nova abordagem à comunicação estratégica baseada na integração de aplicações e ferramentas digitais online 2.0 nos procedimentos organizacionais é o que pretende potenciar o projeto D-Motions 2.0, com o intuito de otimizar as metas de sucesso definidas (Enterprise 2.0). Falamos da integração de ferramentas low-cost, geradas com características e propriedades da Web dinâmica, que permitem aumentar a competitividade digital dos indivíduos e das organizações. Neste sentido, propõe-se a construção de um produto editorial temático desenvolvido para a Web capaz de promover e agregar investigação académica e científica, abrangendo diferentes áreas de conhecimento, que procura dar um contributo para a construção de uma visão holística e clarificadora da Comunicação Estratégica Digital e a sua diferente aplicação aos distintos domínios da realidade da comunicação social, organizacional e outros. Um espaço que pretende estabelecer uma relação de compromisso e de proximidade entre as organizações e a academia. Com o intuito de contribuir para a competitividade digital das organizações definimos uma proposta para um Modelo Teórico de Maturidade em Comunicação Estratégica Digital.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado para o cumprimento dos requisitos necessários à obtenção de grau de Mestre em Novos Media e Práticas Web
URI: http://hdl.handle.net/10362/7755
Appears in Collections:FCSH: DCC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Trabalho de Projeto NMPW. David José Monteiro. Março 2012.pdf538,13 kBAdobe PDFView/Open
Lista de figuras.pdf1,36 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
anexos.pdf1,55 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE