DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Física >
FCT: DF - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7735

Title: Membranas de policaprolactona e quitosano para aplicação estomatológica
Authors: Fernandes, Mafalda da Silva
Advisor: Henriques, Célia
Silva, Jorge
Borges, João
Keywords: Electrofiação
Policaprolactona
Quitosano
Regeneração tecidual guiada
Regeneração óssea guiada
Issue Date: 2011
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Em estomatologia, são utilizadas membranas oclusivas na regeneração de tecidos periodontais e na reparação de defeitos ósseos, nomeadamente em tratamentos de regeneração tecidual guiada (GTR) e de regeneração óssea guiada (GBR). Este trabalho teve como objectivo a produção de membranas biodegradáveis para este fim. Através da técnica de electrofiação, foram obtidas membranas a partir de soluções de policaprolactona (PCL) com quitosano (CS) disperso. A fiação simultânea de duas soluções permitiu produzir membranas, resistentes mecanicamente, com diferentes proporções CS:PCL. Algumas membranas foram sujeitas a tratamentos com hidróxido de sódio (NaOH) e esterilização por irradiação gama. As propriedades físico-químicas e biológicas das membranas foram analisadas através de microscopia electrónica de varrimento, medição de ângulos de contacto, ensaios de tracção e testes in vitro. Os ângulos de contacto mostraram um aumento da hidrofilicidade das membranas com o tratamento de NaOH. Os ensaios de tracção revelaram que o aumento de CS provoca uma diminuição no módulo de Young e que todas as membranas possuem uma elevada extensão à ruptura, evidenciando estabilidade mecânica, adequada aos procedimentos estomatológicos. As membranas permanecem estáveis à degradação enzimática e ao meio fisiológico por um período adequado à regeneração dos tecidos. A imersão em SBF (Simulated Body Fluid) revelou que as membranas possuem alguma bioactividade, que melhora com o tratamento com NaOH. Os testes de culturas celulares revelaram que ocorreu adesão celular em todas as membranas produzidas.
Description: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia Biomédica
URI: http://hdl.handle.net/10362/7735
Appears in Collections:FCT: DF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Fernandes_2011.pdf10.65 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE