DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7691

Título: Avaliação dos benefícios da implementação de zonas de emissões reduzidas em Lisboa
Autor: Brás, Helena Sofia Armada
Orientador: Ferreira, Francisco
Palavras-chave: ZER
Qualidade do ar
Normas Euro
Issue Date: 2012
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Nas últimas décadas, nos grandes centros urbanos, os níveis de poluição atmosférica continuam a ser considerados muito elevados. Este fenómeno tem origem no tráfego rodoviário e tem consequências significativas na saúde humana. Como forma de inverter esta tendência, várias medidas têm sido adotadas, sendo a principal a implementação de Zonas de Emissões Reduzidas (ZER). Até à data, esta tem sido considerada a medida mais eficaz para reduzir os problemas de qualidade do ar nas cidades, nomeadamente os decorrentes das elevadas concentrações de matéria particulada (PM10), dióxido de azoto (NO2) e indiretamente de ozono. O principal objetivo deste trabalho foi avaliar os benefícios da implementação de uma ZER em Lisboa. De modo a relacionar o tráfego rodoviário com a poluição atmosférica, e a avaliar quais as zonas onde o nível de exposição aos poluentes é mais elevada, foi efetuada uma análise detalhada das concentrações de NO2 e PM10 medidas nas estações de monitorização de qualidade do ar, durante o período temporal de 2008 a 2011. Foi também realizado um levantamento do tráfego rodoviário da cidade e analisaram-se vários parâmetros, tais como, tipologia, tipo de combustível, norma e idade dos veículos em circulação, para posteriormente serem calculadas as emissões de óxidos de azoto (NOx) e de PM10 provenientes destes veículos. Para determinar a influência das ZER, foram definidos cenários que tiveram em conta determinadas tipologias dos veículos (ligeiros, táxis, pesados de passageiros e motociclos) e diferentes graus de restrição relativamente às normas Euro. Posteriormente foi calculada a redução das emissões de NOx e de PM10, quando aplicados os diferentes cenários. Ao ser aplicada uma ZER que imponha restrições sobre todas as tipologias de veículos consideradas, verifica-se uma redução percentual da concentração dos poluentes, de 8,9% de PM10, 3,5% de NOx, caso sejam aplicadas restrições a veículos anteriores a 1992 (Pré- Euro 1), uma redução de 17,8% de PM10 e 9,8% de NOX, quando aplicadas restrições a veículos anteriores a 1996 (Euro 1) e uma redução de 35,3% de PM10 e 26,5% NOx, quando aplicadas restrições a veículos anteriores a 2003 (Euro 2). É possível afirmar que a implementação de ZER na cidade de Lisboa trará benefícios notáveis ao nível da qualidade do ar, salientando-se que quanto mais restritivas forem as medidas, em relação às normas Euro e área geográfica afetada, melhor a eficiência da redução de emissões.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Gestão e Sistemas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/7691
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Bras_2012.pdf4,42 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia