DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Química >
FCT: DQ - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7627

Título: Isolamento e caracterização de enzimas multihémicas de origem microbiana e sua aplicação no desenvolvimento de biossensores
Autor: Serra, Alexandra Sofia Vasques Gonçalves
Orientador: Almeida, Maria Gabriela
Moura, José J. G.
Palavras-chave: cd1NiR
Desulfoviridina
Caracterização
Biossensores electroquímicos
Nitrito
Sulfito
Issue Date: 2012
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: O trabalho apresentado na presente dissertação, tem por tema central, a construção de biossensores enzimáticos e electroquímicos específicos para nitrito e sulfito baseados, respectivamente, nas redutases do nitrito (cd1NiR de Marinobacter hydrocarbonoclasticus), e do sulfito (desulfoviridina de Desulfovibrio desulfuricans ATCC 27774), como elementos de reconhecimento biológico. Apesar da estrutura cristalográfica da cd1NiR não ter sido conseguida, a análise da sequência de resíduos de aminoácidos e a simulação da respectiva estrutura tridimensional indicam uma elevada semelhança estrutural com a enzima de Pseudomonas aeruginosa. Por espectroscopia de ressonância Raman, comprovou-se o número de coordenação, o estado de spin e o potencial formal dos dois co-factores, com a identificação parcial dos modos vibracionais de hemo d1. Foi construído um biossensor amperométrico para nitritos através da co-imobilização da cd1NiR e do seu parceiro fisiológico, o citocromo-c552, que funcionou como mediador electrónico. A utilização de eléctrodos screen printed como plataforma de transdução conferiu ao sistema simplicidade operacional e portabilidade. A adsorção da cd1NiR numa superfície de Au modificado com monocamadas automontadas permitiu alcançar pela primeira vez, usando a técnica de voltametria cíclica, uma resposta electroquímica directa da proteína. A reacção de redução envolve a transferência de um electrão e de um protão, e é seguida de uma alteração estrutural. O processo anódico, quando visualizado, não deverá representar a reacção inversa. Nas condições testadas, não foi detectada actividade catalítica na presença de nitrito. A desulfoviridina apresenta-se na forma de um complexo heteromérico, numa configuração 2 2 2. Com base na estrutura primária determinada, simulou-se a estrutura tridimensional da proteína. Foram quantificados 17 átomos de Fe por complexo proteico, dados que contrastam com os reportados para a proteína de D. vulgaris, e que podem estar na génese da ausência de actividade catalítica verificada no decurso dos ensaios electroquímicos, a qual impossibilitou o desenvolvimento de um biossensor com recurso a esta enzima.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau de Doutor em Química Sustentável
URI: http://hdl.handle.net/10362/7627
Appears in Collections:FCT: DQ - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Serra_2012.pdf6,58 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE