DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Química >
FCT: DQ - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7627

Title: Isolamento e caracterização de enzimas multihémicas de origem microbiana e sua aplicação no desenvolvimento de biossensores
Authors: Serra, Alexandra Sofia Vasques Gonçalves
Advisor: Almeida, Maria Gabriela
Moura, José J. G.
Keywords: cd1NiR
Desulfoviridina
Caracterização
Biossensores electroquímicos
Nitrito
Sulfito
Issue Date: 2012
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: O trabalho apresentado na presente dissertação, tem por tema central, a construção de biossensores enzimáticos e electroquímicos específicos para nitrito e sulfito baseados, respectivamente, nas redutases do nitrito (cd1NiR de Marinobacter hydrocarbonoclasticus), e do sulfito (desulfoviridina de Desulfovibrio desulfuricans ATCC 27774), como elementos de reconhecimento biológico. Apesar da estrutura cristalográfica da cd1NiR não ter sido conseguida, a análise da sequência de resíduos de aminoácidos e a simulação da respectiva estrutura tridimensional indicam uma elevada semelhança estrutural com a enzima de Pseudomonas aeruginosa. Por espectroscopia de ressonância Raman, comprovou-se o número de coordenação, o estado de spin e o potencial formal dos dois co-factores, com a identificação parcial dos modos vibracionais de hemo d1. Foi construído um biossensor amperométrico para nitritos através da co-imobilização da cd1NiR e do seu parceiro fisiológico, o citocromo-c552, que funcionou como mediador electrónico. A utilização de eléctrodos screen printed como plataforma de transdução conferiu ao sistema simplicidade operacional e portabilidade. A adsorção da cd1NiR numa superfície de Au modificado com monocamadas automontadas permitiu alcançar pela primeira vez, usando a técnica de voltametria cíclica, uma resposta electroquímica directa da proteína. A reacção de redução envolve a transferência de um electrão e de um protão, e é seguida de uma alteração estrutural. O processo anódico, quando visualizado, não deverá representar a reacção inversa. Nas condições testadas, não foi detectada actividade catalítica na presença de nitrito. A desulfoviridina apresenta-se na forma de um complexo heteromérico, numa configuração 2 2 2. Com base na estrutura primária determinada, simulou-se a estrutura tridimensional da proteína. Foram quantificados 17 átomos de Fe por complexo proteico, dados que contrastam com os reportados para a proteína de D. vulgaris, e que podem estar na génese da ausência de actividade catalítica verificada no decurso dos ensaios electroquímicos, a qual impossibilitou o desenvolvimento de um biossensor com recurso a esta enzima.
Description: Dissertação para obtenção do Grau de Doutor em Química Sustentável
URI: http://hdl.handle.net/10362/7627
Appears in Collections:FCT: DQ - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Serra_2012.pdf6.58 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE