DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7610

Título: Contribuição para o estudo da cultura do Kenaf (Hibiscus cannabinus, L.) em Portugal, para fins industriais e energéticos
Autor: Morais, João Cândido Barbosa
Orientador: Mendes, Benilde
Palavras-chave: kenaf (Hibiscus cannabinus L.)
Tainung 2
Everglades 41
Data de sementeira
Densidade de sementeira
Irrigação
Issue Date: 2012
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: O kenaf (Hibiscus cannabinus L.) é uma planta anual de origem tropical, da família Malvaceae , com metabolismo fotossintético em C3 que, nas latitudes temperadas, é cultivada como cultura de verão. Nas últimas décadas tem merecido alguma atenção, devido à possibilidade de ser usada como cultura alternativa “multi-usos”. Entre 2003 e 2006, foram realizados na FCT/UNL dois conjuntos de ensaios. No primeiro, foi investigada a influência da data de sementeira (S), variedade (V) e densidade de sementeira (D). Os campos deste conjunto de ensaios foram designados campos SVD. No segundo, foi investigada a influência da adubação azotada (N) e da irrigação (I). Os campos deste conjunto de ensaios foram designados campos NI. Nos campos SVD, foram testadas, em cada ano, duas datas de sementeira, duas variedades de kenaf (Tainung 2 e Everglades 41) e duas densidades de sementeira (20 plantas/m2 e 40 plantas/m2). A adubação aplicada e a irrigação foram mantidas constantes. Nos campos NI foram testadas, em cada ano, três modalidades de adubação azotada(0, 75 e 150 kg N/ha), cruzadas com quatro modalidades de irrigação (0, 25, 50 e 100% da ETp), após um período inicial de irrigação plena. Os principais resultados obtidos foram: Não foram observadas diferenças significativas de produção entre as variedades estudadas; Quando a sementeira foi realizada cedo (primeira quinzena de Maio), não foram observadas diferenças significativas de produção relacionadas com a densidade de sementeira; Quando a sementeira foi realizada tarde (depois da 15 de Junho), foram obtidas maiores produções na densidade mais elevada; A data de sementeira é um factor importante para a cultura, sendo obtidas maiores produções quando a sementeira foi realizada em Maio; A irrigação é o factor mais importante para a cultura, sendo necessário garantir mais de 50% da ETp para obter produções de caule interessantes; No solo argiloso em que foram realizados os ensaios (rico em azoto), o kenaf só respondeu à adubação azotada quando a rega foi deficitária; Nas condições mais favoráveis dos ensaios realizados, pode ser esperada uma produção típica de caule entre as 15 e as 20 toneladas de massa seca por hectare, o que torna esta planta competitiva com as espécies florestais cultivadas em Portugal para a produção de pasta de papel; O kenaf pode exportar do solo entre 75 e 200 kg N/ha, para os níveis de produção indicados.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau de Doutor em Energia e Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/7610
Appears in Collections:FCT: DCTB - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Morais_2012.pdf2,43 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia