DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Antropologia >
FCSH: DA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7557

Título: A presença em Cabo Verde de objectos adquiridos no exterior pela diáspora – Visão dos emigrantes residentes em Portugal
Autor: Lopes, Helder Ulisses Mendes
Palavras-chave: Cultura de Consumo
Objectos
Emigração
Identidade
Cultura Material
Diáspora
Issue Date: Mar-2012
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Trata-se aqui de abordar os impactos da presença em Cabo Verde de objectos adquiridos no exterior pela diáspora, na modificação, criação, assim como na difusão da cultura de consumo, procurando evidenciar algumas características que demonstram tratar de assuntos relevantes no campo dos estudos antropológicos. Para tal, escolhi como objecto de estudo a comunidade cabo-verdiana residente na cidade de Lisboa, reconhecendo-a como uma das comunidades de emigrantes com uma permanência mais prolongada em Portugal, mas que mantém ainda contactos com os seus familiares e traços culturais de origem muito acentuados. Este trabalho nasce da necessidade de aperfeiçoar os estudos ligados à cultura material e consumo na nova forma de produção acelerada, ligada a uma sociedade cada vez mais consumista. A partir delas, os indivíduos comunicam e sentem-se incluídos no colectivo. O acto de possuir ou desejar bens torna-os distintos ou iguais aos demais membros de seu grupo sociocultural. Pretende-se compreender a existência de uma relação de interdependência complexa entre contextos culturais e práticas de consumo. O porquê da valorização dos produtos levados do estrangeiro através da diáspora constitui um tema complexo e que traz um número elevado de questões em torno de consumo na nova conjuntura industrial, que torna-se cada vez mais globalizada, criando diferenças entre classes, grupos e a sociedade em geral. Este estudo procura também explicar até que ponto a cultura de consumo é significativa para definir a identidade de cada indivíduo, ligando a questão do “ter” à questão do “ser”. Estas interrogações, e muitas outras, estiveram na base de uma primeira reflexão sobre o objecto da investigação que está na base desta dissertação.
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Antropologia – Cultura Material e Consumos
URI: http://hdl.handle.net/10362/7557
Appears in Collections:FCSH: DA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese FINAL.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE