DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7545

Title: Pegada carbónica associada ao transporte de passageiros no comboio da Fertagus
Authors: Teixeira, Catarina Isabel Leote
Advisor: Ferreira, Francisco
Keywords: Políticas de transportes
Políticas de mobilidade urbana sustentável
Emissões de Dióxido de Carbono
Issue Date: 2012
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Sendo a mobilidade urbana sustentável uma realidade complexa e diversificada, e o setor dos transportes o que apresentou maiores índices de crescimento das emissões de dióxido de carbono (CO2) na última década, torna-se necessário avaliar o impacte da introdução da ferrovia nalguns troços onde a procura tem sido cada vez mais elevada. A elaboração da presente dissertação tem como principal objetivo estudar a mobilidade e quantificar as emissões de dióxido de carbono associadas às deslocações envolvendo os utentes do comboio da Fertagus que une Lisboa à margem sul do Tejo. Assim, procedeu-se à realização de um inquérito individual aos utentes do comboio da Fertagus de maneira a estudar o modo de deslocação das pessoas desde casa até ao destino (trabalho ou outro) durante a hora de ponta da manhã. Após aplicação do inquérito e com base nos resultados apurados, foi quantificada a pegada carbónica correspondente ao conjunto de inquiridos, num cenário designado como situação real ou trajeto real. Tendo como base o mesmo período horário e as mesmas origens/destino dos inquiridos, contabilizaram-se as emissões de CO2 associadas a um cenário de deslocação exclusiva em automóvel. Na presença dos resultados relativos a estes dois cenários, procedeu-se a uma comparação das emissões de CO2 que permitiu avaliar as diferenças obtidas por passageiro, possibilitando a discriminação dos perfis para os dois tipos de trajetos. De facto, e como seria de esperar, o recurso exclusivo ao transporte individual para realizar o conjunto das deslocações casa-destino-casa, equivaleria a uma produção de emissões médias de CO2 cerca de 5 vezes superior às que se atingem na situação real estudada. Globalmente, conclui-se que o uso dos transportes públicos por parte da população, e neste caso específico, a utilização do comboio da Fertagus, contribui para uma redução significativa das emissões carbónicas, contribuindo também para uma mobilidade mais sustentável.
Description: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Gestão e Sistemas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/7545
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Teixeira_2012.pdf1.75 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE