DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Física >
FCT: DF - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7507

Título: Lesões inteligentes em DNA
Autor: Rocha, Cátia Sofia da Costa
Orientador: Raposo, Maria de Fátima
Palavras-chave: Ácido desoxirribonucleico
Azul de metileno
Radiação ultravioleta
Bases (adenina, timina, guanina e citosina)
FT-IR
UV-Vis
Issue Date: 2011
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Esta dissertação descreve o efeito da radiação ultravioleta (UV) em filmes finos de ácido desoxirribonucleico (DNA), na presença do intercalante azul de metileno (MB). A motivação principal foi a de se estudar a influência do agente intercalante MB na indução de lesões inteligentes no DNA, inibidoras da replicação e que portanto contribuam para a não proliferação de células cancerígenas. Para este estudo recorreu-se à técnica de produção de filmes finos de DNA e de DNA+MB obtidos por derramamento que foram irradiados com radiação UV na ausência e presença de água, sendo os danos causados pela irradiação caracterizados por espectrofotometria de infravermelho. Os resultados experimentais permitiram concluir que a radiação UV está na origem de lesões no DNA tanto na suas bases e grupos fosfato do DNA, como também na sua estrutura, quer na presença ou não do intercalante, sendo estes danos muito menores na ausência de moléculas de água. Contudo, o intercalante MB tem uma acção protectora, observando-se menor magnitude na degradação do DNA quando na sua presença. Para melhor se entenderem os mecanismos envolvidos na interacção dos diferentes constituintes do DNA com a radiação UV, também se estendeu o estudo a soluções aquosas de DNA e das bases azotadas, na presença e ausência de MB. Assim, foram irradiadas soluções de DNA, DNA+MB, MB e bases azotadas e posteriormente analisadas as alterações nos seus espectros de UV-Vis. Relativamente às soluções de DNA e de DNA+MB, observou-se uma maior degradação na primeira solução, corroborando o facto de o intercalante ter uma acção protectora do DNA. Na solução aquosa de MB, verificou-se, que quando exposta à luz UV, esta perde a sua coloração, indicando fotodegradação desta molécula. No que diz respeito às bases, a adenina e a timina apresentaram uma maior acção da radiação enquanto que a citosina e guanina sofreram alterações na sua estrutura sendo que, neste caso, o intercalante apresentou acção protectora, já que apresentaram degradação mesmo na sua presença.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia Biomédica
URI: http://hdl.handle.net/10362/7507
Appears in Collections:FCT: DF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Rocha_2011.pdf1,43 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE