DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Sociologia >
FCSH: DS - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7061

Título: Saúde Consumo e Ambiente: Práticas e Valores das Grávidas
Autor: Nunes, Cristina Isabel Vicente Pereira Baptista Duarte
Orientador: Pires, Iva
Palavras-chave: Saúde
Consumo
Ambiente
Grávida
Gravidez
Issue Date: Sep-2011
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Da complexidade do ser humano, emergem as suas crenças e valores, numa sociedade sustentada num modelo económico centrado no consumo, mas também com preocupações com o bem-estar. Antigamente a grávida vivia com a família de origem e em comunidade fazia as suas aprendizagens. Neste terceiro milénio caracterizado pela grande mobilidade, as grávidas vivem a maiores distâncias da sua família de origem, vivenciando de forma diferente a maternidade. A grávida actual não se encontra isolada socialmente, possui características próprias enraizadas na sua cultura e valores. As suas atitudes e acções são traduzidas por comportamentos ditados por novos paradigmas. As atitudes face ao consumo alteram-se durante a gravidez? A grávida consome mais moderadamente? A preocupase com o possível impacto de alguns consumos na sua saúde? A alterar os seus hábitos? Sente o ambiente de forma diferente? Estas foram muitas das questões que levaram à elaboração do presente estudo de cariz exploratório, que teve como principal objectivo identificar quais as práticas e valores das grávidas no que diz respeito à saúde, consumo e ambiente. Tentou-se identificar as práticas e valores sobre o consumo, saúde e ambiente, recolhendo as respostas de 102 grávidas utilizadoras dos serviços da Enfermeira Especialista de Saúde Materna e Obstetrícia da USF Tílias as quais responderam a um questionário construído para o efeito. A análise dos dados revelou algumas práticas de saúde inadequadas, com base nos valores das inquiridas, revelou também que o valor emergente do consumo para estas mulheres é a qualidade. Relativamente aos factores ambientais as grávidas demonstram algumas preocupações, a este nível o que se surge como positivo é a maioria da amostra querer amamentar o que denota não só preocupações com a saúde do seu bebé, mas também benefícios em termos ambientais.
Descrição: Dissertação em ecologia humana e problemas sociais contemporâneos.
URI: http://hdl.handle.net/10362/7061
Appears in Collections:FCSH: DS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese PDF.pdf1,7 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia