DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas >
Revista da FCSH -1996 >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6934

Title: Tradição e inovação do sistema produtivo local da Marinha Grande
Authors: Lema, Paula Bordalo
Issue Date: 1996
Publisher: Colibri
Series/Report no.: N.9;
Abstract: A industrialização da Marinha Grande remonta ao século XVIII quando aí se fundou pelo Marquês de Pombal a primeira grande fábrica de vidro do país dotada de privilégios especiais - a Real Fábrica de Vidros da Marinha Grande. A matéria prima era o silício proveniente da areia e a soda utilizada como fundente; o cristal, vidro à base de chumbo, requeria a junção do silicato de chumbo a um silicato alcalino. A areia provinha de localidades próximas e a soda era importada de Inglaterra. A fonte de energia era a lenha para os fomos obtida no pinhal de Leiria. A indústria do vidro só podia desenvolver-se em grandes oficinas como a Fábrica Escola Irmãos Stephens porque exigia equipamentos importantes como os fomos para derreter a matéria prima.
Description: pp. 381-390
URI: http://hdl.handle.net/10362/6934
ISSN: 0871-2278
Appears in Collections:Revista da FCSH -1996

Files in This Item:

File Description SizeFormat
RFCSH9_381_390.pdf8.23 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE