DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Engenharia Civil >
FCT: DEC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6869

Title: Análise de robustez de estruturas sujeitas a eventos sísmicos consecutivos
Authors: Ribeiro, Filipe Luís Alves
Advisor: Neves, Luís
Barbosa, André
Keywords: Robustez
Fiabilidade
Análise sísmica
Análise dinâmica não-linear
Réplicas
Issue Date: 2011
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Os sismos não podem ser avaliados como eventos isolados. A ocorrência de sismos de elevada intensidade conduz, normalmente, a eventos secundários com grandes consequências. Exemplos de eventos consecutivos aos sismos são incêndios, explosões(e.g. devido a fugas de gás), tsunamis e/ou réplicas. É expectável que estruturas dimensionadas de acordo com os regulamentos sísmicos (e.g. Eurocódigo 8 - EC8 [29]) que sejam sujeites a um sismo de elevada magnitude (diga-se sismo principal) se encontrem estruturalmente debilitadas imediatamente após ocorrência do mesmo. Admitindo que neste contexto as estruturas não colapsaram, interessa aos serviços que tenham a seu cargo a avaliação expedita e as tomadas de decisão de curto-prazo em cenários pós-sismo, disporem de ferramentas que permitam analisar a capacidade dessas estruturas em resistirem a efeitos de eventos múltiplos consecutivos que geralmente se seguem a um sismo principal. Neste trabalho apresenta-se um método para a análise de robustez de estruturas sujeites a eventos múltiplos consecutivos após ocorrência de um sismo principal. Aplica-se este método a uma estrutura metálica porticada dimensionada de acordo com o EC3 [28] e EC8 [29] para a região de Lisboa. Admite-se que a estrutura é primeiro sujeite a um sismo principal e é depois sujeite a um de dois cenários possíveis. No primeiro, assume-se que a estrutura debilitada é sujeite a uma réplica, e no segundo, assume-se que a estrutura debilitada perde um elemento de suporte (por efeito de um incêndio ou explosão) e de seguida é sujeite a uma réplica. Para simular estes dois cenários, procede-se a uma definição probabilística da acção sísmica principal e da réplica. A estrutura é modelada usando elementos finitos de plasticidade semi-concentrada. São realizadas no OpenSees um número suficiente de análises física e geometricamente não lineares que permitam a obtenção de resultados com relevância estatística e consequente informação sobre a robustez estrutural. As análises dinâmicas são executadas submetendo a estrutura a acelerogramas reais adaptados à região de Lisboa. As acelerações espectrais são aproximadas por uma distribuição log-Normal e os acelerogramas são compatibilizados com o espectro de resposta em acelerações regulamentar usando um método baseado na "wavelet-based generation"[40].
Description: Dissertação para obtencão do Grau de Mestre em Engenharia Civil - Perfil Estruturas
URI: http://hdl.handle.net/10362/6869
Appears in Collections:FCT: DEC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ribeiro_2011.pdf9.83 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE