DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Conservação e Restauro >
FCT: DCR - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6622

Title: Bento Coelho da Silveira na igreja matriz de S. João Baptista
Authors: Moniz, Filipa Delgado
Advisor: Melo, Maria João
Cópio, Sílvia
Keywords: Bento Coelho da Silveira
Igreja Matriz de S. João Baptista
Alhandra
Issue Date: 2010
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: No âmbito do estágio de mestrado em Conservação e Restauro, área de pintura, da aluna Filipa Delgado Moniz, foi estabelecido um protocolo de colaboração entre o Departamento de Conservação e Restauro da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. Esta colaboração teve como objectivo o “resgate” de uma de cinco pinturas que permaneciam incógnitas na Igreja Matriz de S. João Baptista, em Alhandra. Estas poderão vir a ser atribuídas ao pintor régio Bento Coelho da Silveira (1620-1708), dado o facto do recheio que se encontra a adornar o interior da igreja, ter sido já atribuído a este. Esta acção de “resgate” focou-se no case study, cuja observação sugere, A Entrega das Regras de Santo Agostinho à Ordem, por comparação iconográfica, em que se procedeu a uma limpeza por vias mecânicas, frente e verso, e a uma consolidação premente nas zonas mais críticas desta obra. Relativamente à componente laboratorial, foram recolhidas amostras da peça para análise no microscópio óptico, espectro-fotometria de Infra-Vermelho com transformada de Fourier e interface de microscópio óptico (μFTIR), espectroscopia de Raman e fluorescência de raio-X (XRF), para se proceder ao estudo da paleta que constitui a obra. Deste estudo conclui-se que os pigmentos utilizados são coerentes com a época. No entanto, para se proceder a uma atribuição de autoria, seria necessária a recolha de mais amostras e um estudo mais detalhado a nível da pincelada. Dada a inexistência de assinatura por parte do pintor régio antes mencionado, e após a análise da paleta do mesmo, o case study, em particular, e as outras obras, por associação, poderão ter sido concebidas na oficina do pintor, sob sua alçada (não obrigatoriamente por sua mão), sendo atribuíveis a este. No âmbito da Conservação Preventiva, procedeu-se a uma análise de riscos aos quais as obras estão sujeitas, seguindo as metodologias propostas pelo Canadian Conservation Institute e pelo Instituto dos Museus e da Conservação. Neste sentido, foram sugeridas uma série de soluções viáveis para potenciais riscos, para o caso concreto da Igreja Matriz de Alhandra. Foi ainda proposto um método de acondicionamento, tendo em vista o prolongamento da integridade física de todo o conjunto de pinturas, de modo a assegurar a história e a sua apreciação por parte das gerações vindouras.
Description: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Conservação e Restauro
URI: http://hdl.handle.net/10362/6622
Appears in Collections:FCT: DCR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Moniz_2010.pdf2.74 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE