DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6316

Title: Utilização de resíduos do sector avícola para a produção de biodiesel
Authors: Torres, Paula Mata Figueiredo
Advisor: Justino, Ana
Gonçalves, Maria Margarida
Issue Date: 2011
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Numa primeira fase deste trabalho fez-se um levantamento da disponibilidade, em Portugal, de matéria-prima do sector avícola passível de ser utilizada como fonte de glicéridos para produção de biodiesel. Foram recolhidas algumas amostras de gordura animal sob a forma de farinhas e de gordura, obtidas após extracção de subprodutos de categoria 3, originados a partir de partes de animais abatidos. A gordura extraída das farinhas foi analisada nalguns parâmetros que influenciam a reacção de transesterificação, nomeadamente parâmetros químicos, como índice de acidez e índice de saponificação. Esta caracterização foi igualmente realizada na amostra de gordura extraída directamente dos subprodutos. Após caracterização da matéria-prima, e dado esta apresentar um elevado teor de ácidos gordos livres (> 12mg KOH/g), utilizou-se a metodologia do desenho composto central para determinação das condições reaccionais óptimas do processo de catálise ácida, de modo a se obter uma gordura com um índice de acidez inferior a 2 mgKOH/g, valor que permite o passo subsequente de catálise básica para conversão dos triglicéridos em ésteres metílicos de ácidos gordos (biodiesel). As condições óptimas obtidas para a esterificação dos ácidos gordos livres foram: temperatura de 53 ºC, razão molar metanol: ácidos gordos livres de 40:1, tempo de reacção de 94 min e quantidade de catalisador (ácido sulfúrico) de 19,4 %(em relação aos ácidos gordos livres). Nestas condições obteve-se uma redução de índice de acidez da gordura animal de 13,81 mgKOH/g para 0,62 mgKOH/g. Seguiu-se a catálise básica da gordura animal pré-tratada, reacção que ocorreu a uma temperatura 53 ºC, uma razão molar metanol: gordura de 6:1, um tempo de reacção de 4 h e uma quantidade de catalisador (hidróxido de sódio) de 1 % (m/m gordura). O biocombustível obtido foi caracterizado em alguns parâmetros mais relevantes, constantes da norma EN 14214, tendo-se verificado que os associados ao processo de produção satisfaziam as especificações da norma (ex: teor de ésteres metílicos de 96,6 %) enquanto os mais relacionados com o processo final de purificação apresentavam problemas (ex: teor de água de 1060 ppm, teor de metanol de 0,26 %), mostrando ser necessário um passo adicional de evaporação / secagem. Outro parâmetro com relevância foi a temperatura limite de filtrabilidade. O valor obtido para o biodiesel de gordura animal (> -2 ºC) é indicativo de que haveria certamente problemas na sua utilização em motores. Eventualmente poderia ser utilizado no período de Abril a meados de Outubro, mas nos restantes períodos do ano não seria de todo adequada a sua utilização. De modo a melhorar as propriedades de frio realizaram-se algumas misturas de biodiesel de gordura animal com biodiesel de óleos vegetais, que permitiram obte
Description: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Energia e Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/6316
Appears in Collections:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Torres_2011.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE