DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6123

Title: Avaliação de áreas invadidas por espécies de acacia na paisagem protegida da arriba fóssil da Costa de Caparica
Authors: Lourenço, Daniela Catarina Geraldes Rocha
Advisor: Sobral, Paula
Calvão, Teresa
Keywords: Acacia
Ecossistemas dunares
Índices estruturais da paisagem
Invasões biológicas
Uso do solo
Issue Date: 2009
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Particularmente vulneráveis a perturbações, quer de cariz natural, quer por influência antropogénica, os ecossistemas dunares são de extrema importância,ao constituírem a primeira barreira física contra o avanço do mar. No litoral português, os sistemas dunares num bom estado de conservação representam uma minoria. A Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa de Caparica (PPAFCC) é uma área de grande valor ecológico, económico e social. Esta região encontra-se sujeita a várias pressões. Por um lado, a expansão urbana que apesar de ter abrandado, continua a contribuir para a transformação da Paisagem, por outro, o desequilíbrio das comunidades de plantas nativas,despoletado também por situações de comportamento invasor de Acacia spp. Este trabalho tem por objectivo a avaliação de áreas invadidas por espécies de Acácia na PPAFCC e zonas limítrofes, recorrendo ao software ArcGIS para uma análise da evolução das classes de uso do solo ao longo do tempo. A avaliação da paisagem é feita através do cálculo de índices estruturais, ao nível da Paisagem e ao nível da Classe, donde se conclui que a Paisagem se encontra bastante fragmentada e a sua configuração alterada. A classe “Urbano/Equipamentos” e “Agricultura” são as que mais contribuem para a alteração da Paisagem e, possivelmente, para que a área ocupada pela classe de uso do solo “Acacial” não tenha sofrido uma variação significativa. Contudo, o grau de cobertura de acácias assumia o valor de 55% em 1967 e de 94% em 2004, ocupando 13.9% e 11.6% da área total, respectivamente.
Description: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente,perfil Engenharia Ecológica
URI: http://hdl.handle.net/10362/6123
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Lourenco_2009.pdf2.17 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE