DSpace UNL

RUN >
Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) >
IHMT - Unidades de Ensino e Investigação >
IHMT: Parasitologia Médica >
IHMT: PM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6028

Título: Contribuição para o estudo de geohelmintas em parques infantis de Brasília - Brasil
Autor: Neto, Eduardo Cunha
Orientador: Grácio, Maria Amélia
Issue Date: 29-Jun-2011
Resumo: CONTRIBUIÇÃO PARA O ESTUDO DE GEOHELMINTAS EM PARQUES INFANTIS DE BRASÍLIA - BRASIL. Com o presente trabalho pretendeu-se estudar o grau de contaminação por geohelmintas em parques infantis e áreas circundantes do Plano Piloto (Asa Norte e Asa Sul) e Ceilândia (P Norte e P Sul), em Brasília, Brasil. Em cada um dos 30 parques infantis estudados nas Asas Norte e Sul e nos 10 parques infantis da Ceilândia, foram retiradas 5 amostras de areia até uma profundidade de 5cm e 4 amostras de fezes de cães. Para a pesquisa de geohelmintas foram utilizadas, para as amostras de areia e fezes a técnica de flutuação Willis-Mollay e, somente para areia, as técnicas de Hoffmann e de Rugai. Os exames de fezes, mostraram os seguintes resultados: Ancylostoma spp com prevalência de 16,7% na Asa Norte do Plano Piloto, de 7% na Asa Sul do Plano Piloto e de 20% na Ceilândia (P Norte e P Sul); Toxocara spp 2,5% na Ceilâdia (P Norte e P Sul). Para além destes geohelmintas foram também identificados Spirocerca sp com prevalência de 15% na Asa Norte do Plano Piloto; Isospora sp com prevalência de 1% na Asa Norte do Plano Piloto, de 5% na Asa Sul do Plano Piloto e de 2,5% na Ceilândia (P Norte e P Sul). Nas amostras de areia não houve achados de geohelmintas agentes causais de zoonoses. Os resultados obtidos demonstraram que os protocolos que estão a ser utilizados para o controlo de parasitas intestinais em cães e gatos tem dado resultados positivos e que, por outro lado, as medidas preventivas utilizadas nestes parques infantis e as orientações dadas à população por profissionais da área de saúde vêm contribuindo para um controlo das zoonoses com origem em ovos e larvas de helmintas presentes nas fezes de animais, que contaminam o ambiente. Assim, os procedimentos praticados nestas áreas de estudo, poderão ajudar a definir estratégias de controlo de helmintas agentes de zoonoses, em outras áreas.
URI: http://hdl.handle.net/10362/6028
Appears in Collections:IHMT: PM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
tese final.pdfDissertação de Mestrado2,38 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia