DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Filosofia >
FCSH: DF - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/6000

Título: Heidegger leitor de Agostinho: A memoria como fenómeno existencial
Autor: Dias, Bernardo Sousa Ferro Enes
Orientador: Carvalho, Mário Jorge de
Palavras-chave: Memória
Issue Date: Mar-2011
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Sobre o estudo que se segue, é lícito perguntar: porquê uma leitura de Agostinho através de Heidegger? E, mais concretamente, porquê um regresso ao fenómeno da memoria pela mão de um filósofo em cujo pensamento esse fenómeno parece ocupar um papel relativamente secundário? O interesse crescente pelo chamado “primeiro” Heidegger e a publicação sistemática dos escritos académicos que precederam a redacção de Sein und Zeit permitiram compreender a importância e o alcance da formação teológica de Heidegger, do seu fascínio pela experiência de vida das primeiras comunidades cristãs à defesa de uma filosofia “metodologicamente ateia”. Recuperando essa informação, o presente trabalho, mais do que retomar um debate antigo, centrar-se-á na figura de Agostinho e no seu contributo para o desenvolvimento da ontologia heideggeriana. A história da relação entre Heidegger e Agostinho é, em muitos aspectos, uma história mal contada. E, contudo, basta percorrer os primeiros escritos do filósofo alemão para encontrar inúmeras referências ao bispo de Hipona e a algumas das categorias centrais da sua filosofia. Mais do que uma paragem obrigatória na sua destruição da história da ontologia, Agostinho forneceu a Heidegger uma primeira base de exploração dos fenómenos do interesse (cura-Sorge) e da dispersão (defluxus-Verfallen), que viriam a ocupar um papel central no empreendimento existencial de Sein und Zeit. Um estudo sobre Heidegger leitor de Agostinho não corresponde, pois, a mais um “casamento forçado”, desses que avultam na actual tradição académica – ou, recuperando a divertida formulação de Virgínia Woolf, a mais uma tese tratando « the influence of something upon somebody »
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Filosofia Geral
URI: http://hdl.handle.net/10362/6000
Appears in Collections:FCSH: DF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Heidegger leitor de Agostinho.pdf865,78 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE