DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5997

Title: Produção de bioetanol a partir da microalga Scenedesmus obliquus
Authors: Miranda, João Ricardo Pereira de Cabral
Advisor: Passarinho, Paula
Mendes, Benilde
Keywords: Scenedesmus obliquus
Biomassa
Ruptura celular
Açúcares
Fermentação
Bioetanol
Issue Date: 2011
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: O aumento do preço dos combustíveis e as crescentes preocupações com as alterações climáticas provocadas pela emissão de gases de efeito de estufa têm impulsionado a produção de biocombustíveis. De entre as várias matérias-primas disponíveis as microalgas surgem como a uma alternativa sustentável devido à elevada produtividade e à possibilidade de cultivo em terrenos impróprios para culturas alimentares e de utilização de águas não potáveis para a produção de biomassa. No presente trabalho estudou-se a produção de bioetanol a partir da microalga Scenedesmus obliquus, tendo-se optimizado métodos de ruptura celular e extracção de açúcares. Estudaram-se métodos para destoxificação do hidrolisado de microalga e seleccionaram-se leveduras para o processo fermentativo. Dos métodos físicos e físico-químicos testados para extracção de açúcares, o que permitiu a melhor extracção foi a hidrólise de biomassa seca com ácido sulfúrico 2 N, a 120 ºC durante 30 min. Estudou-se também o efeito da iluminação no crescimento da microalga e na acumulação de açúcares. Para este estudo usou-se um fotobioreactor exterior, com ciclos de luz dia/noite, e outro interior, com iluminação artificial contínua. Neste reactor observou-se uma produtividade inferior e uma fase de morte prematura, provavelmente devido a stress celular. Em ambos os casos, a depleção de nitrato induziu a acumulação de açúcares por parte das células. No final, realizou-se um ensaio global de produção de etanol desde a inoculação de uma lagoa fotossintética do tipo raceway de 4500 L, até à fermentação. Após 53 dias de cultivo da microalga Scenedesmus obliquus na lagoa obteve-se 4,7 kg de biomassa com um teor de açúcares de 30 % m.m-1. O hidrolisado obtido do processamento da biomassa foi destoxificado e fermentado, por diferentes leveduras, tendo-se obtido uma concentração de etanol de 11,7 g.L-1 com a melhor levedura - Kluyveromyces marxianus.
Description: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Energia e Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/5997
Appears in Collections:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Miranda_2011.pdf2.19 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE