DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5984

Título: Avaliação do potencial nacional para o aproveitamento de biomassa florestal para fins energéticos
Autor: Campilho, Pedro Sebastião Perestrelo de Souza e Holstein
Orientador: Reboredo, Fernando
Tomé, Margarida
Issue Date: 2010
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: A tendência de perda de sustentabilidade socioeconómica do sector florestal Português verificada nos últimos anos, quando complementada com uma conjectura de incentivo à produção de energias renováveis, traduz-se num conjunto de desenvolvimentos os quais potenciam a procura de biomassa proveniente de resíduos de exploração florestal para um aproveitamento energético. O presente estudo foi desenvolvido com o objectivo de quantificar a disponibilidade potencial de biomassa florestal a nível do território nacional (Nut I) e do conjunto das regiões pertencentes à Nut II, em diferentes cenários de sustentabilidade de produção. Nesse sentido, foram utilizados os dados referentes ao Inventário Florestal Nacional 2005-2006 para o conjunto das espécies que assumem uma maior representatividade nacional, tendo-se utilizado um conjunto de modelos de produção característicos de cada uma das espécies, nomeadamente os modelos de produção Glóbulus 3.0. e Pbravo, tendo-se ainda recorrido à utilização do simulador SimYT de forma a quantificar o potencial contributo do sector florestal para a satisfação da procura de biomassa prevista no curto, médio e longo prazo. Os principais resultados obtidos demonstraram que considerando uma procura actual de biomassa em território nacional de cerca de 1,715,000 toneladas (base seca), a qual se estima que evolua em 2012 para cerca de 2,655,000 toneladas, e que estabilize em 2015 em cerca de 3,080,000 toneladas, se verifique que assumindo um cenário de exclusão da exploração de áreas sobre regime de protecção a procura de biomassa seja assegurada em 2010, num cenário conservador de exploração (2,225,000 toneladas). Neste mesmo cenário de exclusão de exploração em áreas sobre regime de protecção, verifica-se uma necessidade de incrementar a exploração face às existências para cerca de 75% em 2012 e mais de 85% em 2015. No ano de 2020, o défice entre a procura e disponibilidade de biomassa, num cenário onde a exploração atinga 75% das existências, corresponde a um valor de cerca de 870,000 toneladas de biomassa (base seca). Verificou-se assim, que a procura de biomassa tende a ser satisfeita no curto prazo, em cenários tendencialmente sustentáveis. No entanto, numa projecção a médio e longo prazo, mesmo sem considerar incrementos significativos na procura deste recurso, traduz uma dificuldade de satisfação do mercado estabelecido, em condições de sustentabilidade semelhantes às verificadas no curto prazo.
Descrição: Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a Obtenção do grau de Mestre em Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/5984
Appears in Collections:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Campilho_2010.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia