DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5984

Title: Avaliação do potencial nacional para o aproveitamento de biomassa florestal para fins energéticos
Authors: Campilho, Pedro Sebastião Perestrelo de Souza e Holstein
Advisor: Reboredo, Fernando
Tomé, Margarida
Issue Date: 2010
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: A tendência de perda de sustentabilidade socioeconómica do sector florestal Português verificada nos últimos anos, quando complementada com uma conjectura de incentivo à produção de energias renováveis, traduz-se num conjunto de desenvolvimentos os quais potenciam a procura de biomassa proveniente de resíduos de exploração florestal para um aproveitamento energético. O presente estudo foi desenvolvido com o objectivo de quantificar a disponibilidade potencial de biomassa florestal a nível do território nacional (Nut I) e do conjunto das regiões pertencentes à Nut II, em diferentes cenários de sustentabilidade de produção. Nesse sentido, foram utilizados os dados referentes ao Inventário Florestal Nacional 2005-2006 para o conjunto das espécies que assumem uma maior representatividade nacional, tendo-se utilizado um conjunto de modelos de produção característicos de cada uma das espécies, nomeadamente os modelos de produção Glóbulus 3.0. e Pbravo, tendo-se ainda recorrido à utilização do simulador SimYT de forma a quantificar o potencial contributo do sector florestal para a satisfação da procura de biomassa prevista no curto, médio e longo prazo. Os principais resultados obtidos demonstraram que considerando uma procura actual de biomassa em território nacional de cerca de 1,715,000 toneladas (base seca), a qual se estima que evolua em 2012 para cerca de 2,655,000 toneladas, e que estabilize em 2015 em cerca de 3,080,000 toneladas, se verifique que assumindo um cenário de exclusão da exploração de áreas sobre regime de protecção a procura de biomassa seja assegurada em 2010, num cenário conservador de exploração (2,225,000 toneladas). Neste mesmo cenário de exclusão de exploração em áreas sobre regime de protecção, verifica-se uma necessidade de incrementar a exploração face às existências para cerca de 75% em 2012 e mais de 85% em 2015. No ano de 2020, o défice entre a procura e disponibilidade de biomassa, num cenário onde a exploração atinga 75% das existências, corresponde a um valor de cerca de 870,000 toneladas de biomassa (base seca). Verificou-se assim, que a procura de biomassa tende a ser satisfeita no curto prazo, em cenários tendencialmente sustentáveis. No entanto, numa projecção a médio e longo prazo, mesmo sem considerar incrementos significativos na procura deste recurso, traduz uma dificuldade de satisfação do mercado estabelecido, em condições de sustentabilidade semelhantes às verificadas no curto prazo.
Description: Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a Obtenção do grau de Mestre em Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/5984
Appears in Collections:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Campilho_2010.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE