DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5783

Título: Centros XXI de bairro: uma nova abordagem territorial da agenda 21 local
Autor: Quaresma, Carmen Sofia Moreira
Orientador: Farinha, João
Issue Date: 2009
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: O desenvolvimento sustentável é hoje expressão comum para o modelo ideal de crescimento das sociedades modernas. Contudo, decorridos quase 17 anos sobre a origem da Agenda 21 Local (A21L), ferramenta para o desenvolvimento sustentável, constata-se que apenas um terço dos 308 municípios portugueses aceitou este desafio e incluiu, de uma forma integrada, as vertentes económicas, sociais e ambientais no seu planeamento e gestão municipal. Acresce a este facto um progressivo alheamento e descontentamento das comunidades para com as políticas locais, com a consequente desresponsabilização pelas acções que intervêm sobre o território e sobre a sua qualidade de vida. Perante estes desafios, a construção de territórios mais sustentáveis deve adoptar novas estratégias que contribuam para a efectiva implementação da A21L e que capacitem e mobilizem todos os actores locais na tomada de decisão conjunta. É com base neste pressuposto que surge a presente dissertação tendo como objectivo a formulação de uma nova estrutura organizacional que concorra para a construção de comunidades locais sustentáveis através do planeamento e implementação da A21L à escala do Bairro: os Centros XXI de Bairro. Estes constituem-se como plataformas organizativas de encontro e partilha de interesses,visões e capacidades dos diversos agentes institucionais e da sociedade civil para que possam intervir e colaborar na formulação e execução de acções que afectem pela positiva o ambiente e as vivências quotidianas. Em suma, pretende-se que os Centros XXI constituam a base; a Agenda 21 o meio e o desenvolvimento sustentável o fim. A pesquisa bibliográfica e os contactos estabelecidos com estruturas semelhantes de sucesso no campo internacional, o acompanhamento contínuo por parte da autora na A21L de Oeiras, o apoio e o empenho do Gabinete de Desenvolvimento Municipal da Câmara Municipal de Oeiras na concretização de uma plataforma de reflexão e trabalho conjunto no Bairro de Nova Oeiras e ainda as entrevistas efectuadas aos principais agentes locais do referido Bairro tornaram possível a formulação das bases para o Centro XXI de Nova Oeiras,como aplicação prática das orientações propostas. Não se pretende uma solução padrão a implementar em todos os municípios que se encontram a iniciar ou desenvolver a sua Agenda 21, uma vez que as características distintivas dos territórios não o permitem. Pretende-se antes que os Centros XXI de Bairro sejam entendidos como um salto qualitativo na governação local e como uma boa prática a replicar numa óptica de aprendizagem e partilha entre comunidades que se preparam para melhor enfrentar os desafios futuros.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente,perfil Ordenamento do Território e Impactes Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/5783
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Quaresma_2009.pdf9,38 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE