DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Estudos Políticos >
FCSH: DEP - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5691

Title: Dinâmicas sociais,institucionais e políticas na constituição, dissolução e recomposição familiar em Portugal.
Authors: Delgado, Pedro Manuel Lourenço
Advisor: Rodrigues, Teresa Ferreira
Keywords: Família
Género
Conjugalidade
Modelos Familiares
Estado
Monoparentalidade
União de Facto
Recomposição Familiar
Igreja
Casamento
Issue Date: Nov-2009
Publisher: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Abstract: A presente investigação foi desenvolvida tendo como objecto de estudo as dinâmicas sociais, institucionais e políticas na constituição, dissolução e recomposição familiar em Portugal, tendo o seu ponto central na problemática da Família. O enquadramento conceptual utilizado está baseado na perspectiva da ciência política, que vê na organização da sociedade um conjunto de ideologias que influenciam a prática social e contribuem para a mudança (ou permanência) de certas funções de regulação social. O contributo de ciências sociais como a História, a Demografia, a Ecologia, a Sociologia, a Antropologia e o Direito revelaram-se igualmente fundamentais para a compreensão dos assuntos abordados nesta investigação, numa perspectiva holista do conhecimento humano. O enquadramento teórico envolve uma contextualização cronológica e ideológica sobre a Família em Portugal, onde foi possível notar numa primeira fase o confronto ideológico entre duas Instituições com ritmos de tempo diferentes: um, estruturalmente ligado à Igreja Católica e servindo directamente os propósitos conservadores. O outro, com um poder de inovação e intervenção dinâmica na sociedade, desafiava a ordem estabelecida e defendia a alteração das velhas estruturas ideológicas e culturais de matriz religiosa. Esbatido ao longo do Estado Novo, este projecto de raiz liberal manteve-se vivo, a julgar pela recuperação de princípios e ideias que presidiram ao Direito de Família depois de 1974 e que estão na base da profunda transformação na Família desde então. Desse modo, passamos a notar a existência de uma pluralidade de configurações familiares, justificadas pelo maior sentido de individualidade, autonomia e decisão pessoal das pessoas quanto à escolha da sua opção de vida conjugal.
Description: Tese apresentada para cumprimentos dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Ciências Sociais
URI: http://hdl.handle.net/10362/5691
Appears in Collections:FCSH: DEP - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese - versao final P2.pdftese7.99 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
ANEXO IV - Modelo Questionário.pdfanexoIV1.61 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
ANEXO V - Legislação.pdfAnexoV20.3 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE