DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Geografia e Planeamento Regional >
FCSH: DGPR - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5634

Title: CONTRIBUTO DOS DADOS LiDAR PARA O INVENTÁRIO FLORESTAL MUNICIPAL
Authors: Sarmento, Carlos Alexandre
Advisor: Tenedório, José António
Mileu, Nelson
Keywords: LiDAR
Extracção
Modelo Digital de Terreno
Exactidão Vertical
Inventário Florestal
SIG
Detecção Remota
Gestão Florestal Municípios
Issue Date: Mar-2010
Publisher: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Abstract: A gestão florestal tem vindo a adquirir um papel cada vez mais relevante em Portugal, tendo sido criados, nos últimos anos, mecanismos de monitorização mais assíduos e precisos. As autarquias têm assumido grande parte das responsabilidades de gestão dos espaços florestais do município quanto à defesa contra os incêndios, entre outros. No entanto, a medição de variáveis dendrométricas em campo tem custos elevados, sendo que as precisões não servem muitas vezes os propósitos de inventariação de grandes áreas. Em alternativa, existem novas tecnologias que permitem aumentar a precisão e qualidade das ferramentas de gestão actuais. É o caso da tecnologia LiDAR, um sensor de varrimento laser aerotransportado que mapeia o coberto com precisões elevadas, reduzindo custos e tempos de processamento. Nesse sentido, o estágio na Municípia, empresa que adquiriu recentemente um sensor LiDAR, teve como objectivo equacionar as aplicações ao sector florestal, tanto no que toca ao inventário (altura da árvore), como à detecção e reconhecimento de árvores para efeitos de mapeamento do coberto de solo. De modo a conhecer a precisão dos dados LiDAR, a análise teve como objectivo avaliar a exactidão vertical da altura extraída através do processamento dos dados. Foi delineada uma área de experimentação com três parcelas distintas, segundo o declive e a densidade de coberto florestal (Zona Residencial Urbana com árvores espaçadas dispostas em alinhamento, Parque de Estacionamento com faixas de árvores e Floresta). Após a medição de cerca de 200 alturas em campo, para efeitos de validação, compararam-se as diferentes correlações obtidas em cada parcela. Verificou-se que a Parcela Florestal tinha obtido os piores resultados. Neste sentido, foram criadas sub-parcelas na Parcela Florestal, de modo a que cada uma representasse uma combinação entre declive (baixo ou elevado), e densidade de coberto florestal (baixa ou elevada), perfazendo um total de quatro classes de ocupação do solo. Concluiu-se que uma densidade alta influencia negativamente a exactidão dos dados LiDAR. Assim, retiraram-se da equação alguns pontos considerados como erros ou desvios, obtendo-se deste modo uma correlação de 0,88. Sendo a altura da árvore uma das variáveis mais importantes na avaliação de uma floresta, ficou demonstrada a importância desta nova tecnologia na complementação de ferramentas de gestão e avaliação actuais. De facto, esta correlação demonstra o potencial desta técnica de mapeamento florestal, sendo inúmeras as aplicações no que toca à protecção contra incêndios (avaliação do volume de biomassa, detecção de áreas de intervenção prioritária), à produção florestal (inventário florestal, avaliação do volume de madeira), e à conservação (manutenção de espaços lúdicos, reservas naturais e florestas de recreio). Apesar destas aplicações directas terem todas grande importância, é no inventário florestal que recai a maior vantagem desta tecnologia. Este processo envolve custos elevados para precisões dúbias, pelo que o LiDAR vem incutir uma alternativa à quantificação de variáveis dendrométricas, facilitando a gestão e monitorização dos espaços florestais por parte das autarquias e privados, e permitindo uma optimização da gestão florestal a nível nacional, municipal e privado.
Description: Relatório de Estágio apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gestão do Território
URI: http://hdl.handle.net/10362/5634
Appears in Collections:FCSH: DGPR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Relat_vf.pdfrelatorio4.35 MBAdobe PDFView/Open
sarmento.pdfanexos2.78 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE