DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Informática >
FCT: DI - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5622

Título: Quantitative assessment of modularity of caesarJ components
Autor: Almeida, Miguel Santos Baptista de
Orientador: Monteiro, Miguel Jorge Tavares Pessoa
Goulão, Miguel Carlos Pacheco Afonso
Palavras-chave: Modularidade
CaesarJ
Programação orientada por aspectos
Métricas de Software
Issue Date: 2011
Editora: FCT-UNL
Resumo: Os defensores do paradigma de programação orientada a aspectos afirmam que este paradigma oferece melhor modularidade que a programação orientada a objectos, assim como um melhor suporte para separação de facetas transversais. Embora o AspectJ seja a linguagem de AOP mais conhecida, e alvo de mais estudos, surgiram novas linguagens de programação que propõem diferentes formas de instanciar este paradigma. O CaesarJ é uma destas linguagens. Possui abstracções e mecanismos que o diferenciam do AspectJ, tais como classes virtuais, polimorfismo de família e uma maneira diferente de representar um aspecto. Qualquer alegação de uma linguagem ser melhor, à luz de um critério bem definido (neste caso, a modularidade), tem que ser apoiada por avaliações rigorosas de implementações feitas nessa linguagem. Este trabalho pretende fazer isso com um estudo comparativo entre as duas linguagens em termos da modularidade que se obtém em software por elas implementado. Em particular, vai-se estudar uma faceta da modularidade: a coesão. Este estudo utiliza da estrutura padrão de relatórios experimentais em Engenharia de Software, assim como todos os testes estatísticos apropriados. Para este fim, foi desenvolvida uma métrica de coesão que foi usada, juntamente com várias métricas de tamanho para avaliar 51 exemplos de implementações de padrões de concepção. No contexto desta dissertação a ferramenta de recolha automática de métricas MuLATo foi adaptada para suportar esta nova métrica de coesão. Os resultados do estudo efectuado sugerem que o CaesarJ é mais verboso que Java mas contem componentes menos complexos e mais coesos.
Descrição: Dissertação apresentada no âmbito do Mestrado em Engenharia Informática para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Informática
URI: http://hdl.handle.net/10362/5622
Appears in Collections:FCT: DI - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Almeida_2011.pdf2,47 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia