DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Ciências da Educação >
FCSH: DCE - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5484

Título: O aluno na relação escola/família : perspectivas de directores de turmas do 3º ciclo do ensino básico
Autor: Marques, Paula Alexandra Gomes Pires
Orientador: Santos, Rui
Palavras-chave: Relação escola/família
Distância escola/família
Poder do aluno na relação escola/família
Issue Date: Sep-2010
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: O presente trabalho de investigação incide sobre o papel do aluno na relação escola/família e sobre o seu poder nesta relação. Ainda que a escola e a família sejam as detentoras de poder institucional na relação que estabelecem entre si, também o aluno possui poder nesta relação, que deriva da sua posição entre a escola e a família que gera oportunidades de influenciar a comunicação. Embora a relação escola/família mereça o interesse de muitos investigadores e o papel do aluno seja referido em alguns trabalhos, raramente é, em si mesmo, o objecto de estudo. Assim, dada a escassez de conhecimento sistematizado, apresentamos um trabalho de carácter exploratório e descritivo, que justifica uma metodologia qualitativa, centrada na análise de conteúdo de entrevistas semi-estruturadas a directores de turma, do terceiro ciclo, de uma escola básica do concelho de Oeiras. Os resultados da investigação salientam a importância do aluno, no seu papel de mediador na comunicação entre o director de turma e o encarregado de educação, em consequência do afastamento físico e cultural entre as famílias e a escola e dos mecanismos de circulação da informação entre os dois grupos de adultos. O conhecimento que os directores de turma possuem das famílias tem como fonte principal o aluno, sendo este também responsável por grande parte do conhecimento que os encarregados de educação possuem da escola. Surgiram ainda vários indicadores do afastamento entre a escola e a família. O estudo levanta outras questões pertinentes para futuras investigações: conhecer as perspectivas dos encarregados de educação e dos alunos sobre as questões agora colocadas aos directores de turma; observar o comportamento da variável distância escola/família e identificar outros possíveis factores que a influenciem em contextos social e culturalmente diferentes daquele que caracteriza a escola onde decorreu a pesquisa, nomeadamente em que a população parental possua escolaridade mais elevada e bom domínio da língua portuguesa.
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10362/5484
Appears in Collections:FCSH: DCE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
dissertação.pdfdissertação650,93 kBAdobe PDFView/Open
anexos.pdfanexos6,31 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia