DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Geografia e Planeamento Regional >
FCSH: DGPR - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5475

Título: Plano Director Municipal de Oeiras – Avaliação dos Programas Estratégicos e seus Impactes Territoriais
Autor: Oliveira, Miguel Delgado Gomes de
Orientador: Pereira, Margarida
Palavras-chave: Planeamento Municipal
Monitorização e Gestão do Plano
Desenvolvimento Sustentável
Plano Director Municipal de Oeiras
Programas Estratégicos
Impactes Territoriais
Issue Date: Sep-2010
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Oeiras é um concelho da Área Metropolitana de Lisboa, contíguo à cidade de Lisboa, de pequena dimensão mas com uma elevada densidade populacional, usufruindo de uma situação excepcional junto à costa. Até ao inicio da década de 90, era um concelho territorialmente desqualificado, caracterizado por graves carências e deficiências em termos de infra-estruturas, equipamentos e qualidade do ambiente urbano. Esta situação devia-se, principalmente, à incapacidade da gestão municipal em dar resposta a um grande crescimento populacional, ocorrido sobretudo nas décadas de 60 e 70. Neste contexto, a ratificação do Plano Director Municipal de Oeiras, em 1994 e com um horizonte de 10 anos, estabeleceu como objectivos fundamentais uma maior qualificação dos seus núcleos urbanos (destacando-se as infra-estruturas e habitação social), bem como um reforço da economia concelhia, metas concretizáveis através de uma aposta na atracção de empresas, organismos e mão-de-obra ligados fundamentalmente a funções superiores (i.e. terciário, ciência e ensino). Para isso recorreu a uma componente estratégica inovadora no contexto dos PDM de primeira geração, através da implementação de sete Programas Estratégicos: Parque de Ciência e Tecnologia, Centro de Lagoas, Quinta da Fonte, Norte de Oeiras, Parque Urbano da Serra de Carnaxide, Parque de Santa Cruz e Alto da Boa Viagem. Estes eram definidos pela sua área, usos propostos e índice de utilização máximo, abrangendo aproximadamente 700 hectares, cerca de 15% da área do concelho.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão do Território na Área de Planeamento e Ordenamento do Território
URI: http://hdl.handle.net/10362/5475
Appears in Collections:FCSH: DGPR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Miguel_Final.pdf5,36 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE