DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/5310

Title: Hidrogenação de óleo vegetal de colza para a produção de biocombustível líquido
Authors: Martins, Susana Isabel Gueifão Ferreira
Advisor: Pinto, Filomena
Gonçalves, Margarida
Issue Date: 2010
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Actualmente, a sociedade depende fortemente do consumo de energia, quer na forma de electricidade, quer como combustíveis líquidos para o sector dos transportes. A produção de energia utiliza maioritariamente fontes fósseis. Devido ao aumento das emissões de CO2, provenientes da combustão de combustíveis fósseis e à diminuição das reservas acessíveis de petróleo torna-se fundamental o desenvolvimento de alternativas aos combustíveis já existentes. Uma dessas alternativas é a hidrogenação catalítica de óleo vegetal. Neste processo ocorre a quebra de ligações que envolvem o grupo carboxilo dos triglicéridos formando-se espécies intermédias e hidrocarbonetos que podem ser usados como combustíveis em motores convencionais. Este trabalho teve como principal objectivo estudar as condições mais propícias para a obtenção de um combustível líquido semelhante ao gasóleo a partir da hidrogenação catalítica em autoclave de óleo de colza. O óleo de colza foi hidrogenado à pressão inicial de hidrogénio de 1,10 MPa e num intervalo de temperatura que variou entre 200 °C e 400 °C. O tempo de residência variou entre 6 e 180 minutos. A reacção foi realizada quer na ausência, quer na presença de um catalisador comercial, cujos principais constituintes são cobalto e molibdénio. Os produtos gasosos e líquidos foram quantificados por gravimetria. A fase líquida resultante de todos os ensaios realizados foi caracterizada por diversas técnicas, nomeadamente GC-FID (cromatografia em fase gasosa com detector de ionização de chama), GC-MS (cromatografia em fase gasosa associada à espectrometria de massa) e FT-IR (espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier). À temperatura de 400ºC e no tempo de residência de 120 minutos, o rendimento em hidrocarbonetos foi cerca de 92% na presença de catalisador e cerca de 85% na ausência do catalisador. A 180 minutos observou-se um rendimento de 96% na presença de catalisador.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Nova de Lisboa,Faculdade de Ciências e Tecnologia para a obtenção do grau de Mestre em Energia e Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/5310
Appears in Collections:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Martins_2010.pdf2.33 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE