DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa (ex-GDEH) >
FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4995

Título: Produção de biodiesel a partir de óleos alimentares usados por via alcalina: o caso de estudo da FCT-UNL
Autor: Carrapato, Rita Mafalda Guerreiro
Orientador: Justino, Ana
Lapa, Nuno
Issue Date: 2010
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: A promoção da produção e da utilização de biocombustíveis e de outros combustíveis renováveis no espaço comunitário é uma importante medida para, no âmbito do desenvolvimento sustentável da União Europeia, se reduzir a dependência das importações de matérias energéticas para a produção de combustíveis e se garantir a segurança do seu abastecimento a médio e longo prazo. Aliado a estes factores, encontra-se a possibilidade de valorização dos Óleos Alimentares Usados (OAU), entendidos como resíduos, que usualmente apresenta desvantagens no seu reencaminhamento. O presente trabalho estuda a viabilidade de implementação de uma unidade piloto de produção de biodiesel no campus da FCT-UNL. Sendo um campus que dispõe de um sistema de gestão ambiental (Campus Verde) e que procura a certificação ambiental, faz sentido o desenvolvimento da investigação nesta área e poder reduzir-se o seu impacte ambiental, através da redução de produção de resíduos e utilização de biocombustível. Numa primeira fase do trabalho foram realizadas duas campanhas de recolha dos óleos alimentares usados (OAU), com o objectivo de se quantificar a produção anual dos mesmos e de os caracterizar sob o ponto de vista químico, tendo em vista a sua valorização na produção de biodiesel. Verificou-se que, ao longo do ano, os OAU apresentavam características muito semelhantes mas que a sua disponibilidade variava consoante a época considerada. De forma a optimizar as condições reaccionais para a produção de biodiesel a partir dos OAU, foram efectuados vários ensaios de transesterificação, tendo-se observado que o ensaio que conduzia a melhores resultados, em termos de percentagem de ésteres e rendimento mássico, correspondia à utilização de NaOH, como catalisador (1% m/m óleo) e uma razão molar metanol:óleo de 6:1. Após produção em reactor de 2L, nas condições seleccionadas, foi feita uma caracterização do biocombustível obtido de acordo com alguns dos parâmetros exigidos na norma de qualidade para biodiesel - EN14214. Constatou-se que é possível obter um biocombustível , em que a maioria dos parâmetros analisados estão de acordo com a norma europeia, sendo necessário para obter um nível de qualidade superior afinar alguns pontos, tais como o processo de purificação do biodiesel e o pré-tratamenteo do óleo. No processo realizado obteve-se uma percentagem de ésteres de 95,5% e um rendimento mássico de 84,4%.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, para obtenção do Grau de Mestre em Energia e Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/4995
Appears in Collections:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Carrapato_2010.pdf1,68 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE