DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4986

Title: Agenda 21 Militar numa Unidade do Exército Português: contributos para um desenvolvimento sustentável através da liderança participativa
Authors: Peixoto, Rui Miguel Costa
Advisor: Vasconcelos, Lia
Issue Date: 2009
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: No seguimento da Cimeira da Terra em 1992 foram realizados vários esforços com vista a promover a sustentabilidade ao nível local. O conceito “Pensar global, agir local” levou a que os objectivos da Agenda 21 fossem transpostos para pequenas comunidades, surgindo por todo o Mundo diversos projectos de implementação da Agenda 21 Local. Em Portugal, o número de municípios e de escolas que implementaram Agendas 21 ainda é (infelizmente) muito reduzido. Avaliar e estudar a sua aplicabilidade ao sector da Defesa, designadamente ao Exército Português e desenvolver um modelo conceptual, que se optou designar por “Agenda 21 Militar” (A21M), constitui, para além de um grande desafio, uma possibilidade de adaptar um instrumento de gestão participada, sendo um contributo para o desenvolvimento sustentável nas Forças Armadas. O trabalho caracteriza os antecedentes e a evolução das questões ambientais na Defesa Nacional e no Exército Português, através da análise de directivas, legislação e documentação, identificando as várias “estruturas ambientais” e as suas capacidades de comunicação e partilha de informação ambiental. Devido à especificidade da instituição militar, fortemente hierarquizada, são analisados os estilos de liderança e a forma como se podem relacionar com os processos de gestão participada de uma Agenda 21 Local. São abordadas as formas permitem aumentar e facilitar a troca de informação ambiental entre as diferentes estruturas com responsabilidades ambientais no seio da Defesa Nacional e também com as comunidades envolventes. Julga-se que o modelo em estudo permitirá uma melhor conciliação entre a gestão ambiental e o cumprimento da Missão do Exército, rumo ao Desenvolvimento Sustentável, através da integração de metodologias participativas, do envolvimento e da co-responsabilização dos vários actores.
Description: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Gestão e Políticas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/4986
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Peixoto_2009.pdf5.93 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE