DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4985

Título: Evolução da ocupação e da perda de solo numa pequena sub-bacia da Bacia Hidrográfica do Rio Sado
Autor: Silva, Vanessa Amaral
Orientador: Calvão, Teresa
Moura, Evelina
Issue Date: 2009
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: A análise da ocupação do solo assim como o estudo da sua alteração ao longo do tempo permitem a identificação de áreas críticas em termos de perda de solo, um recurso essencial não renovável. De facto, a nível mundial, a erosão é a principal ameaça para a sustentabilidade e capacidade produtiva do solo. O estudo do padrão espacial da perda de solo é de extrema importância para o estabelecimento de medidas de preservação, conservação e recuperação do solo, ao mesmo tempo que constitui uma importante base no planeamento e ordenamento do território. O presente trabalho teve como objectivo a análise da ocupação do solo na Bacia Hidrográfica do Ribeiro do Canas ao longo do tempo e a sua influência na perda de solo sob a forma de erosão laminar, com recurso a um Sistema de Informação Geográfica. A área de estudo corresponde a uma pequena bacia hidrográfica da Bacia Hidrográfica do Sado e o intervalo de tempo em análise a mais de 100 anos. A perda de solo para as várias datas (1895, 1963, 1990 e 2004/05) foi calculada através da Equação Universal de Perda de Solo. Esta equação foi modelada espacialmente através de rasters correspondentes a cada factor de entrada no modelo. Das alterações ocorridas na ocupação do solo realça-se numa primeira fase um aumento da agricultura e da floresta à custa dos meios semi-naturais, numa segunda fase uma diminuição ligeira da agricultura e um aumento ligeiro da floresta e, numa terceira fase, um decréscimo acentuado da agricultura e um acréscimo acentuado da floresta. Em relação aos processos de erosão, observa-se um aumento substancial dos valores da perda de solo entre 1895 e 1963, um aumento menos significativo entre 1963 e 1990 e um decréscimo entre 1990 e 2004/05.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente,Perfil Gestão de Sistemas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/4985
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Silva_2009.pdf2 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia