DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4985

Título: Evolução da ocupação e da perda de solo numa pequena sub-bacia da Bacia Hidrográfica do Rio Sado
Autor: Silva, Vanessa Amaral
Orientador: Calvão, Teresa
Moura, Evelina
Issue Date: 2009
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: A análise da ocupação do solo assim como o estudo da sua alteração ao longo do tempo permitem a identificação de áreas críticas em termos de perda de solo, um recurso essencial não renovável. De facto, a nível mundial, a erosão é a principal ameaça para a sustentabilidade e capacidade produtiva do solo. O estudo do padrão espacial da perda de solo é de extrema importância para o estabelecimento de medidas de preservação, conservação e recuperação do solo, ao mesmo tempo que constitui uma importante base no planeamento e ordenamento do território. O presente trabalho teve como objectivo a análise da ocupação do solo na Bacia Hidrográfica do Ribeiro do Canas ao longo do tempo e a sua influência na perda de solo sob a forma de erosão laminar, com recurso a um Sistema de Informação Geográfica. A área de estudo corresponde a uma pequena bacia hidrográfica da Bacia Hidrográfica do Sado e o intervalo de tempo em análise a mais de 100 anos. A perda de solo para as várias datas (1895, 1963, 1990 e 2004/05) foi calculada através da Equação Universal de Perda de Solo. Esta equação foi modelada espacialmente através de rasters correspondentes a cada factor de entrada no modelo. Das alterações ocorridas na ocupação do solo realça-se numa primeira fase um aumento da agricultura e da floresta à custa dos meios semi-naturais, numa segunda fase uma diminuição ligeira da agricultura e um aumento ligeiro da floresta e, numa terceira fase, um decréscimo acentuado da agricultura e um acréscimo acentuado da floresta. Em relação aos processos de erosão, observa-se um aumento substancial dos valores da perda de solo entre 1895 e 1963, um aumento menos significativo entre 1963 e 1990 e um decréscimo entre 1990 e 2004/05.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente,Perfil Gestão de Sistemas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/4985
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Silva_2009.pdf2 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE