DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Sociologia >
FCSH: DS - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4808

Title: Com que linhas se cose o género. A importância do vestuário infantil na construção do género
Authors: Teofilo, Ana Patricia Correia
Advisor: Lisboa, Manuel
Keywords: Vestuário
Género
Infância
Issue Date: Mar-2010
Publisher: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Abstract: O vestuário é entendido por muitos, historiadores, teóricos, sociólogos e filósofos, como um espelho que reflecte a sociedade a que pertence. A partir desta premissa muitas outras leituras, analisadas com uma maior profundidade, se podem fazer do vestuário, nomeadamente a divisão do mesmo por género ou ainda por faixa etária. Este é o ponto essencial a partir do qual pretendi desenvolver a minha reflexão, nesta dicotomia do vestuário feminino e/ou masculino e na forma como uma simples indumentária poderá contribuir para a construção de uma identidade de género numa fase especifica da vida, a infância. É sabido que a roupa se encontra divida em dois grandes grupos: o da roupa feminina e o da roupa masculina. No primeiro grupo, respectivamente, encontramos todo o vestuário feminino destinado somente a ser vestido pelas mulheres, assim ditam as regras sociais fortemente alicerçadas. Reciprocamente também o segundo grande grupo, o do vestuário masculino, tem sofrido o pesar das regras da sociedade. Esta divisão do vestuário acontece ainda em tenra idade do ser humano, existindo um vestuário próprio para as raparigas e um outro para os rapazes, quando, na verdade, o corpo de uma menina de 3 anos não difere em grande parte de um corpo de um menino da mesma idade. A família é o primeiro núcleo onde estes estereótipos de género do vestir são passados e alicerçados. Numa construção dicotómica, filhas e filhos têm sido educados de formas diferenciadas para que um dia venha a surtir os efeitos de tais ensinamentos, com a finalidade de se tornarem respectivamente em mulheres e homens no futuro. O vestuário apresenta-se como uma forma de demarcação dessas educações binárias. A fim de validar de forma empírica este objecto de estudo, foram realizadas entrevistas a um conjunto de pais e mães sobre as suas escolhas no vestuário dos respectivos filhos, tendo em causa uma perspectiva de género.
Description: Dissertação de Mestrado em Estudos sobre as Mulheres, as Mulheres na Sociedade e na Cultura
URI: http://hdl.handle.net/10362/4808
Appears in Collections:FCSH: DS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Com que l...pdf605.78 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE