DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Matemática >
FCT: DM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4245

Título: Avaliação de responsabilidades de Fundos de Pensões com tábua de mortalidade dinâmica
Autor: Costa, Sara Filipa de Sousa
Orientador: Afonso, Maria
Real, Pedro
Issue Date: 2009
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Com o avanço dos anos, as áreas da economia, política, mercado de trabalho e sistemas financeiros têm sofrido grandes alterações. Neste sentido, a demografia tem acompanhado estas alterações, bem como a esperança média de vida. O envelhecer da população tem vindo a aumentar cada vez mais, enquanto que a taxa de natalidade é cada vez menor o que influencia directamente a sustentabilidade da Segurança Social. Neste enquadramento, a actualização da protecção social é algo a ter-se mais em consideração e a evolução demográfica veio reforçar a necessidade de mudança dos sistemas actuais, com o intuito de haver maior capacidade de resposta e flexibilidade no sentido de garantir protecção e apoio face aos riscos que surjam. Os pressupostos tradicionalmente usados nas avaliações de probabilidades de sobrevivência a longo termo, tal como Plano de Pensões, são tabelas de mortalidade e invalidez estáticas. Neste sentido, no presente trabalho irá projectar-se a esperança média de vida para um dado período, tendo em consideração o decremento de morte e invalidez,com a adaptação do modelo discreto para contínuo,proporcionando maior adaptabilidade à população e rapidez computacional. Projectar o aumento da esperança média de vida é importante porque torna o modelo mais realista, tendo em consideração a evolução da população. A utilização deste novo modelo com o aumento de esperança média de vida em vez do tradicional modelo discreto, tem como resultado responsabilidades mais elevadas. Este facto era previsível na medida em que existe uma maior esperança média de vida, a probabilidade de sobrevivência é maior, tendo por isso impacto no cálculo de responsabilidades da população.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Matemática e Aplicações - Actuariado, Estatística e Investigação Operacional
URI: http://hdl.handle.net/10362/4245
Appears in Collections:FCT: DM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Costa_2009.pdf637,51 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia