DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Ciências Musicais >
FCSH: DCM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4175

Título: Comunicação para todos. Estudo de caso sobre o Museu Calouste Gulbenkian
Autor: Paulino, Carla Margarida Palma
Orientador: Silva, Raquel Henriques da
Dias, João Carvalho
Palavras-chave: Comunicação
Acessibilidade
Fácil compreensão
Issue Date: 2010
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: A comunicação dos museus tem vindo a ganhar um papel cada vez mais importante. Com enquadramento jurídico na Lei-Quadro dos Museus Portugueses, lei n.º47/2004, 19 Agosto, a comunicação é utilizada pelos museus na divulgação dos seus bens culturais e das suas iniciativas. Estas entidades têm adoptado diferentes formas de comunicarem com os seus públicos como, por exemplo, através de websites ou através de novas tecnologias como áudio-guias e quiosques interactivos. Estes suportes possibilitam a cada museu alargar o acesso do público às suas colecções, na medida em que a sua versatilidade permite-lhes ultrapassar ou contornar determinadas limitações físicas. No entanto, a acessibilidade tem vindo a transcender o seu carácter físico e a ganhar uma dimensão intelectual que abrange o aumento da compreensão dos diversos tipos de público aos conteúdos dos museus, das suas colecções e exposições. Neste sentido, a comunicação dos museus pode ser utilizada na divulgação de informação mais acessível a um número de visitantes cada vez mais abrangente e diversificado. O Museu Calouste Gulbenkian é um dos museus portugueses que tem vindo a valorizar o papel da comunicação na divulgação das suas actividades e no acesso do público às suas colecções através da utilização de diversos suportes informativos. O seu público caracteriza-se pela diversidade, abrangendo visitantes nacionais e estrangeiros, crianças, estudantes, famílias e especialistas, entre outros. Enquanto estudo de caso do presente projecto, interessa perceber o grau de adequação dos suportes de comunicação utilizados pelo Museu e dos seus conteúdos a este público diversificado. Consegue o Museu Gulbenkian disponibilizar os seus conteúdos a todos os seus visitantes? E consegue garantir que todos os visitantes compreendem a informação que lhes é fornecida? Para encontrar estas respostas, os suportes em causa serão enumerados e caracterizados. Realizada esta análise, serão propostas alterações a estes suportes ou a realização de novos suportes, de acordo com as conclusões obtidas. Estas propostas serão também resultado de uma metodologia apresentada e que remete para a elaboração de conteúdos de fácil compreensão. Desta forma, será alcançado o principal objectivo deste projecto: a elaboração de uma política de comunicação onde uma diversidade de informação seja física e intelectualmente acessível a uma diversidade de público através de uma diversidade de suportes. Apenas um equilíbrio entre estas três vertentes, transposto para um caso prático e particular, permitirá o êxito de uma “comunicação para todos” dentro do mesmo museu.
Descrição: Trabalho de Projecto de Mestrado em Museologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/4175
Appears in Collections:FCSH: DCM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
carla paulino.pdf4,96 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia