DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Ciências Musicais >
FCSH: DCM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4175

Title: Comunicação para todos. Estudo de caso sobre o Museu Calouste Gulbenkian
Authors: Paulino, Carla Margarida Palma
Advisor: Silva, Raquel Henriques da
Dias, João Carvalho
Keywords: Comunicação
Acessibilidade
Fácil compreensão
Issue Date: 2010
Publisher: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Abstract: A comunicação dos museus tem vindo a ganhar um papel cada vez mais importante. Com enquadramento jurídico na Lei-Quadro dos Museus Portugueses, lei n.º47/2004, 19 Agosto, a comunicação é utilizada pelos museus na divulgação dos seus bens culturais e das suas iniciativas. Estas entidades têm adoptado diferentes formas de comunicarem com os seus públicos como, por exemplo, através de websites ou através de novas tecnologias como áudio-guias e quiosques interactivos. Estes suportes possibilitam a cada museu alargar o acesso do público às suas colecções, na medida em que a sua versatilidade permite-lhes ultrapassar ou contornar determinadas limitações físicas. No entanto, a acessibilidade tem vindo a transcender o seu carácter físico e a ganhar uma dimensão intelectual que abrange o aumento da compreensão dos diversos tipos de público aos conteúdos dos museus, das suas colecções e exposições. Neste sentido, a comunicação dos museus pode ser utilizada na divulgação de informação mais acessível a um número de visitantes cada vez mais abrangente e diversificado. O Museu Calouste Gulbenkian é um dos museus portugueses que tem vindo a valorizar o papel da comunicação na divulgação das suas actividades e no acesso do público às suas colecções através da utilização de diversos suportes informativos. O seu público caracteriza-se pela diversidade, abrangendo visitantes nacionais e estrangeiros, crianças, estudantes, famílias e especialistas, entre outros. Enquanto estudo de caso do presente projecto, interessa perceber o grau de adequação dos suportes de comunicação utilizados pelo Museu e dos seus conteúdos a este público diversificado. Consegue o Museu Gulbenkian disponibilizar os seus conteúdos a todos os seus visitantes? E consegue garantir que todos os visitantes compreendem a informação que lhes é fornecida? Para encontrar estas respostas, os suportes em causa serão enumerados e caracterizados. Realizada esta análise, serão propostas alterações a estes suportes ou a realização de novos suportes, de acordo com as conclusões obtidas. Estas propostas serão também resultado de uma metodologia apresentada e que remete para a elaboração de conteúdos de fácil compreensão. Desta forma, será alcançado o principal objectivo deste projecto: a elaboração de uma política de comunicação onde uma diversidade de informação seja física e intelectualmente acessível a uma diversidade de público através de uma diversidade de suportes. Apenas um equilíbrio entre estas três vertentes, transposto para um caso prático e particular, permitirá o êxito de uma “comunicação para todos” dentro do mesmo museu.
Description: Trabalho de Projecto de Mestrado em Museologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/4175
Appears in Collections:FCSH: DCM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
carla paulino.pdf4.96 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE