DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Geografia e Planeamento Regional >
FCSH: DGPR - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/4156

Título: Risco potencial de transmissão de malária em Portugal Continental
Autor: Gomes, Eduardo Jonas da Costa
Orientador: Tenedório, José António
Rocha, Jorge
Palavras-chave: Malária
SIG
Saúde pública
Issue Date: Jan-2010
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: A malária humana representa, actualmente, um dos principais problemas de saúde a nível mundial levando à morte de mais de um milhão de pessoas, anualmente. Em Portugal, até finais da primeira metade do século XX registaram-se elevadas taxas de incidência da doença, tendo apenas sido considerada erradicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 1973, após extensas campanhas de controlo da doença. Mais de três décadas após o registo dos últimos casos endémicos de malária, e com a crescente mobilidade de pessoas de países onde a malária é endémica para Portugal, estuda-se a possibilidade de ressurgimento desta doença, através de estudos entomológicos da espécie vectora, utilizando técnicas de Sistemas de Informação Geográfica (SIG), no processo de análise espacial da informação. Numa primeira fase, foi elaborado um modelo preditivo de adequabilidade de habitat de Anopheles atroparvus (espécie vectora no período de endemismo de malária em Portugal), resultado da combinação de cinco modelos preditivos distintos, tendo sido extraído, a partir deste, um modelo espacial preditivo de abundância. Este modelo, a partir do qual se estimou o número de mosquitos por habitante, conjuntamente com outros dados entomológicos espacializados desta espécie, como a duração do ciclo esporogónico em dias, e outros dados não-espacializados como a taxa diária de sobrevivência, o hábito de picada e a competência vectorial, serviu de base à formulação dos elementos entomológicos de receptividade e infectividade de Anopheles atroparvus. Estes dois elementos a par do elemento de vulnerabilidade (pessoas diagnosticadas com casos importados de malária, por concelho) permitiram a criação do modelo potencial de risco de transmissão de malária em Portugal Continental.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Gestão do Território – Área de Especialização em Detecção Remota e Sistemas de Informação Geográfica
URI: http://hdl.handle.net/10362/4156
Appears in Collections:FCSH: DGPR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Mestrado_Eduardo_Gomes_22276.pdf8,8 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE