DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial >
FCT: DEMI - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/3937

Título: Implementação integrada de SPC e EPC na melhoria contínua do processo
Autor: Ramalho, Octávio Ferreira
Orientador: Requeijo, José
Issue Date: 2008
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Durante os últimos anos tem havido nos meios académicos, por parte de um sector da engenharia industrial um esforço no sentido de integrar duas metodologias de controlo que, em muitas situações reais, estão implementadas de forma autónoma. A primeira, mais ligada à engenharia da qualidade, consiste na monitorização dos processos com recurso a cartas de controlo, ou controlo estatístico do processo (SPC - Statistical Process Control). A segunda abordagem está baseada no ajustamento dos processos recorrendo à informação sobre os níveis actuais das respostas ou desvios em relação aos valores de referência e constitui a engenharia de controlo do processo (EPC). Ambas as metodologias têm por base a identificação e modelação do processo. O presente trabalho apresenta metodologias abrangentes para a identificação e modelação dos processos, baseadas em estimativas dos mínimos quadrados e de máxima verosimilhança, com o objectivo de se captar as dinâmicas internas dos processos e assim obter os modelos necessários à implementação integrada, ou não, do controlo estatístico (SPC) e engenharia de controlo (EPC - Engineering Process Control). Pretendendo-se ser o mais abrangente possível, toda a abordagem foi feita para lidar com sistemas de múltiplas entradas e múltiplas saídas (MIMO Multi-Input/Multi-Output), considerando-se os outros modelos (SISO ou MISO) como casos particulares deste. A metodologia de identificação implementada foi posteriormente utilizada com dados reais provenientes de um processo MISO, obtendo-se assim o modelo que serviu de base para simular o sistema de integrado SPC/EPC. Com base nos resultados obtidos por simulação, pode-se concluir que o sistema integrado permite simultaneamente um melhor ajustamento do processo em relação aos valores de referência, reduzir a sua variabilidade, detectar alterações verificadas no processo e, caso seja possível, alterar o algoritmo de controlo de forma a responder às alterações verificadas.
Descrição: Dissertação apresentada na faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Industrial
URI: http://hdl.handle.net/10362/3937
Appears in Collections:FCT: DEMI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ramalho_2009.pdf5,58 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia