DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial >
FCT: DEMI - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/3610

Título: Insuflação e extracção de ar em parques de estacionamento subterrâneo
Autor: Henriques, Bruno Miguel da Silva
Orientador: Didier, Eric
Palavras-chave: Parque de estacionamento subterrâneo
Ventilador axial
Ventilador de impulso
Swirl
Incêndio
Confinação
Issue Date: 2009
Editora: FCT - UNL
Resumo: A construção de parques de estacionamento subterrâneos surge com o intuito de facilitar o estacionamento. No entanto, devido ao confinamento do espaço de estacionamento, é necessário, na maioria dos casos, instalar um sistema de ventilação forçada. O presente trabalho tem como objectivo analisar, recorrendo à simulação numérica, a ventilação forçada no piso de um parque de estacionamento subterrâneo por meio de ventiladores axiais (insuflação/extracção de ar) em conjunto com ventiladores de impulso colocados no tecto. No âmbito deste trabalho foi analisado, e, posteriormente, calibrado o escoamento induzido por um ventilador de impulso numérico. O jacto produzido pelo ventilador de impulso é composto por uma componente de velocidade axial e de uma componente tangencial (swirl). Esta componente tangencial é determinada no presente trabalho, com o auxílio de dados experimentais e a comparação com estes dados. Posteriormente, analisou-se os escoamentos induzidos por um conjunto de ventiladores de impulso e a sensibilidade dos resultados numéricos em função de vários parâmetros, tais como a dimensão da fonte de calor, o pé direito, etc. Com os resultados obtidos é modelada a ocorrência de um incêndio num piso de um parque de estacionamento real, verificando-se, para diversas configurações do sistema de ventilação, a eficiência do sistema na evacuação dos gases quentes libertados pelo incêndio. A avaliação é realizada através da análise da temperatura no piso do parque, que permite ter uma estimativa do confinamento dos gases quentes libertados pelo incêndio. Foi também estudada a evolução temporal do incêndio. O confinamento dos gases quentes é analisado comparando os resultados da modelação numérica estacionária e transitória.
Descrição: Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Mecânica
URI: http://hdl.handle.net/10362/3610
Appears in Collections:FCT: DEMI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Henriques_2010.pdf2,96 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE