DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Conservação e Restauro >
FCT: DCR - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/3381

Título: Estudo, conservação e restauro de caixa de alumínio (lagostins) e caixa de alumínio (óculos) de Lourdes Castro
Autor: Babo, Sara Sobral
Orientador: Melo, Maria
Silva, Rui
Fragoso, Sara
Issue Date: 2009
Editora: FCT - UNL
Resumo: Duas obras da artista portuguesa Lourdes Castro, Caixa de Alumínio (Lagostins) e Caixa de Alumínio (Óculos), de 1962, foram estudadas e intervencionadas. Estas consistem numa série de objectos do quotidiano em vários materiais (plásticos, ligas metálicas, vidro, madeira, cerâmica e cartão) colados no interior de uma caixa de madeira e revestidos por uma tinta de alumínio para altas temperaturas. Análises por espectrometria XRF, micro-espectroscopia FTIR e Raman, SEM-EDS e ICP-AES foram efectuadas de modo a caracterizar os materiais presentes e realizar um diagnóstico aprofundado. Limitações no acesso aos objectos condicionaram o diagnóstico e a intervenção de restauro. A artista foi entrevistada fornecendo importante informação acerca dos materiais e técnicas utilizadas bem como opiniões sobre possíveis cenários de intervenção. As obras apresentavam vários problemas de conservação, destacando-se o escurecimento e perda de adesão do adesivo original (à base de policloropreno), a decomposição de uns óculos em nitrato de celulose e a corrosão de vários elementos em ligas de ferro e em cobre. Concluiu-se que os problemas detectados resultavam não só da utilização de alguns materiais pouco duradouros mas, principalmente, da mistura de materiais incompatíveis, como o cobre com o nitrato de celulose e as ligas de ferro com o adesivo de policloropreno. Na intervenção optou-se por substituir os óculos em nitrato de celulose por uma réplica, realizada com o auxílio das técnicas de digitalização e impressão 3D; o tratamento dos elementos em liga de ferro foi realizado com diferentes misturas de ácido fosfórico, ácido tânico, ácido oxálico e EDTA com pH1, sendo adicionalmente protegidos com uma tinta rica em zinco. O controlo da evolução dos processos de degradação passará em grande parte pelo controlo das condições ambientais do local onde as obras estiverem inseridas (baixa HR e T) e pela monitorização do estado de preservação das obras após o tratamento. São propostas reavaliações periódicas, de forma a detectar precocemente alterações e considerar eventuais intervenções mais drásticas.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Conservação e Restauro
URI: http://hdl.handle.net/10362/3381
Appears in Collections:FCT: DCR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Babo_2009.pdf1,59 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia