DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Conservação e Restauro >
FCT: DCR - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/3381

Title: Estudo, conservação e restauro de caixa de alumínio (lagostins) e caixa de alumínio (óculos) de Lourdes Castro
Authors: Babo, Sara Sobral
Advisor: Melo, Maria
Silva, Rui
Fragoso, Sara
Issue Date: 2009
Publisher: FCT - UNL
Abstract: Duas obras da artista portuguesa Lourdes Castro, Caixa de Alumínio (Lagostins) e Caixa de Alumínio (Óculos), de 1962, foram estudadas e intervencionadas. Estas consistem numa série de objectos do quotidiano em vários materiais (plásticos, ligas metálicas, vidro, madeira, cerâmica e cartão) colados no interior de uma caixa de madeira e revestidos por uma tinta de alumínio para altas temperaturas. Análises por espectrometria XRF, micro-espectroscopia FTIR e Raman, SEM-EDS e ICP-AES foram efectuadas de modo a caracterizar os materiais presentes e realizar um diagnóstico aprofundado. Limitações no acesso aos objectos condicionaram o diagnóstico e a intervenção de restauro. A artista foi entrevistada fornecendo importante informação acerca dos materiais e técnicas utilizadas bem como opiniões sobre possíveis cenários de intervenção. As obras apresentavam vários problemas de conservação, destacando-se o escurecimento e perda de adesão do adesivo original (à base de policloropreno), a decomposição de uns óculos em nitrato de celulose e a corrosão de vários elementos em ligas de ferro e em cobre. Concluiu-se que os problemas detectados resultavam não só da utilização de alguns materiais pouco duradouros mas, principalmente, da mistura de materiais incompatíveis, como o cobre com o nitrato de celulose e as ligas de ferro com o adesivo de policloropreno. Na intervenção optou-se por substituir os óculos em nitrato de celulose por uma réplica, realizada com o auxílio das técnicas de digitalização e impressão 3D; o tratamento dos elementos em liga de ferro foi realizado com diferentes misturas de ácido fosfórico, ácido tânico, ácido oxálico e EDTA com pH1, sendo adicionalmente protegidos com uma tinta rica em zinco. O controlo da evolução dos processos de degradação passará em grande parte pelo controlo das condições ambientais do local onde as obras estiverem inseridas (baixa HR e T) e pela monitorização do estado de preservação das obras após o tratamento. São propostas reavaliações periódicas, de forma a detectar precocemente alterações e considerar eventuais intervenções mais drásticas.
Description: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Conservação e Restauro
URI: http://hdl.handle.net/10362/3381
Appears in Collections:FCT: DCR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Babo_2009.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE