DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Antropologia >
FCSH: DA - Capítulo de livros nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/3281

Título: Cartografar um passado para uma identidade metropolitana
Autor: Silvano, Filomena
Palavras-chave: Lisboa
identidades
área metropolitana
património
Issue Date: 2003
Editora: AML
Resumo: O texto que agora finalizo foi construído a partir de uma proposta de trabalho que associava, num mesmo título, e portanto numa mesma problemática, as palavras “património” e “identidades”: partindo de uma série de mapas relativos ao património da área metropolitana de Lisboa pretendia-se pensar a questão do papel deste na criação de uma “identidade metropolitana”. Parece- me que ao longo do texto se foi tornando claro que existe uma relação óbvia entre patrimonialização e negociação identitária e que ambas as dinâmicas – aqui articuladas, mas passíveis de serem pensadas isoladamente – se espacializam a diversas escalas. Por isso penso que, a existir, a “identidade metropolitana” será construída no interior de uma complexa negociação que implicará, também ela, a presença de diferentes escalas de pertinência social e cultural. O papel de cidade aglutinadora, que Lisboa provavelmente já assume por via funcional, deverá ser reforçado pela criação de um sentimento de pertença que ligue simbólica e emocionalmente, apesar da diversidade do espaço envolvido, a população da área metropolitana de Lisboa à cidade. Mas, e justamente porque o espaço é económica, social e culturalmente diverso, o reforço desse sentimento terá de ser produzido em articulação com uma multiplicidade de processos de identificação territorial de escala mais reduzida. A criação de uma identidade metropolitana dependerá do equilíbrio que resulte do jogo instável e infinitamente manipulável entre a afirmação das semelhanças e a aceitação das diferenças. Uma metrópole não se pode construir se não conseguir que o sentimento de pertença colectiva que lhe dá existência se produza em simultâneo, mas não em contradição, com outros sentimentos de pertença que por serem mais localizados permitem manter os sentidos das vidas quotidianas de uma parte significativa da sua população.
Descrição: Atlas da Área Metropolitana de Lisboa, dir. e coord. José António Tenedório
URI: http://hdl.handle.net/10362/3281
ISBN: 972-98655-7-4
Appears in Collections:FCSH: DA - Capítulo de livros nacionais
FCSH: CRIA - Capítulos de livros nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
atlasdig.pdf1,7 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE