DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT R&D Units >
FCT: Unidade de Investigação Educação e Desenvolvimento >
FCT: UIED - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/314

Title: Abordagem (auto)biográfica de um processo de formação
Authors: Miranda, Maria Margarida da Silva
Advisor: Nóvoa, António
Keywords: Sujeito
Formação
Experiência
Auto-formação
Investigação-formação
Atenção consciente
Issue Date: 1993
Publisher: Universidade Nova de Lisboa: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: No quadro actual da reflexão educativa, emerge cada vez mais fortemente um consenso em torno da ideia de que o sujeito desempenha um papel decisivo na sua própria formação. Pretendendo contribuir para a compreensão dos processos de (trans)formação da pessoa-professor, o presente trabalho de investigação desenvolve-se no quadro da abordagem (auto)biográfica, sendo adoptada uma estratégia de investigação-formação que integra a biografia educativa enquanto método inspirado nas histórias de vida. Tomando como objecto de investigação tanto o processo de formação da própria investigadora como a própria abordagem biográfica, o saber que emerge sobre a formação resulta da reflexão produzida ao longo de uma experiência interactiva articulada pelo movimento desencadeado em torno de três pólos de uma triangulação: a reflexão da investigadora sobre os seus próprios processos biográficos; o confronto desta reflexão com um grupo de investigação-formação constituído pela investigadora e por duas professoras escolhidas para o integrarem; o confronto destas reflexões com os saberes socialmente reconhecidos sobre a formação. Estes três pólos interagem entre si produzindo uma dinâmica que resulta no próprio processo de investigação-formação, do qual emerge um sujeito consciente dos seus próprios projectos/processos de investigação-formação. Da reflexão sobre este processo de (trans)formação emerge o processo de formação como um conjunto de transformações efectuadas pelo sujeito tanto sobre si-próprio e na sua relação consigo próprio, como nas suas interacções sociais e na sua relação com o ambiente, evidenciando-se a experiência como fonte dominante de conhecimento, a formação experiencial como processo de (trans)formação de perspectiva, revelando-se a abordagem biográfica um instrumento cultural de produção da própria vida e do seu sentido.
Description: Dissertação de mestrado em Ciências da Educação: área de Educação e Desenvolvimento
URI: http://hdl.handle.net/10362/314
Appears in Collections:FCT: UIED - Dissertações de Mestrado
FCT: DCSA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
miranda_1993.pdf5.49 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE