DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/2561

Title: Finanças locais, actores locais e conservação da natureza e da biodiversidade – aplicação ao Sítio de Monfurado
Authors: Ferreira, Mário José Pereira Gonçalves
Advisor: Santos, Rui
Issue Date: 2009
Publisher: FCT - UNL
Abstract: A concepção e aplicação de incentivos económicos para a conservação da natureza e da biodiversidade é um tema actual e relevante no domínio científico e da política de ambiente. A literatura científica indica que é necessário aplicar mecanismos para financiar a política de conservação da biodiversidade e promover comportamentos adequados ao nível local, incluindo neste processo as instituições públicas e os proprietários rurais. Em Portugal, seguindo esta orientação, a nova Lei das Finanças Locais (LFL) estabelece uma discriminação positiva das autarquias na afectação de verbas, descentralizadas do nível nacional para o local, com base na área que corresponde a território com estatuto de protecção. O presente trabalho analisa o sistema de financiamento autárquico português e a sua potencial contribuição para a conservação da natureza e da biodiversidade. Assumindo que este objectivo depende do comportamento dos proprietários rurais, pretende-se analisar a ligação entre os fluxos financeiros que são canalizados para uma autarquia por via da LFL, como compensação pelas restrições associadas às áreas com estatuto de protecção, e as necessidades de financiamento associadas a potenciais mecanismos de compensação e incentivo dos proprietários rurais que adoptem acções, medidas e práticas de produção compatíveis com e/ou promotoras da política de conservação. O Sítio de Monfurado (Rede Natura 2000), localizado no concelho de Montemor-o- Novo, foi seleccionado como caso de estudo. É identificado um pacote de medidas de gestão com o objectivo de promover a qualidade e a sustentabilidade do património natural do Sítio, bem como os locais elegíveis para a sua aplicação, os respectivos proprietários e os custos associados, incluindo os custos de oportunidade. Com base nos fluxos financeiros canalizados para o município por critérios ambientais, por via da LFL, é proposto um esquema de compensações aos proprietários privados pela adopção das medidas identificadas. Este mecanismo pretende incentivar a participação voluntária destes agentes, essenciais para o sucesso da implementação de planos, programas e medidas de conservação da natureza e da biodiversidade.
Description: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil Gestão de Sistemas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/2561
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ferreira_2009.pdf958.66 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE