DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/2561

Título: Finanças locais, actores locais e conservação da natureza e da biodiversidade – aplicação ao Sítio de Monfurado
Autor: Ferreira, Mário José Pereira Gonçalves
Orientador: Santos, Rui
Issue Date: 2009
Editora: FCT - UNL
Resumo: A concepção e aplicação de incentivos económicos para a conservação da natureza e da biodiversidade é um tema actual e relevante no domínio científico e da política de ambiente. A literatura científica indica que é necessário aplicar mecanismos para financiar a política de conservação da biodiversidade e promover comportamentos adequados ao nível local, incluindo neste processo as instituições públicas e os proprietários rurais. Em Portugal, seguindo esta orientação, a nova Lei das Finanças Locais (LFL) estabelece uma discriminação positiva das autarquias na afectação de verbas, descentralizadas do nível nacional para o local, com base na área que corresponde a território com estatuto de protecção. O presente trabalho analisa o sistema de financiamento autárquico português e a sua potencial contribuição para a conservação da natureza e da biodiversidade. Assumindo que este objectivo depende do comportamento dos proprietários rurais, pretende-se analisar a ligação entre os fluxos financeiros que são canalizados para uma autarquia por via da LFL, como compensação pelas restrições associadas às áreas com estatuto de protecção, e as necessidades de financiamento associadas a potenciais mecanismos de compensação e incentivo dos proprietários rurais que adoptem acções, medidas e práticas de produção compatíveis com e/ou promotoras da política de conservação. O Sítio de Monfurado (Rede Natura 2000), localizado no concelho de Montemor-o- Novo, foi seleccionado como caso de estudo. É identificado um pacote de medidas de gestão com o objectivo de promover a qualidade e a sustentabilidade do património natural do Sítio, bem como os locais elegíveis para a sua aplicação, os respectivos proprietários e os custos associados, incluindo os custos de oportunidade. Com base nos fluxos financeiros canalizados para o município por critérios ambientais, por via da LFL, é proposto um esquema de compensações aos proprietários privados pela adopção das medidas identificadas. Este mecanismo pretende incentivar a participação voluntária destes agentes, essenciais para o sucesso da implementação de planos, programas e medidas de conservação da natureza e da biodiversidade.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil Gestão de Sistemas Ambientais
URI: http://hdl.handle.net/10362/2561
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ferreira_2009.pdf958,66 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia