DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/2360

Title: Contributo para o estudo da problemática das águas residuais hospitalares
Authors: Falcão, Filipa Alexandra Saudade
Advisor: Amaral, Leonor
Issue Date: 2009
Publisher: FCT - UNL
Abstract: As unidades de saúde nas suas actividades produzem águas residuais que podem ser consideradas um agente de risco para o ambiente e para a saúde pública, o objectivo principal deste trabalho é contribuir para avaliar de que modo é feita actualmente a gestão de efluentes hospitalares e quais deveriam ser as práticas a implementar por forma a que sejam adoptadas as melhores tecnologias disponíveis. Actualmente não se conhece a situação exacta dos efluentes hospitalares, o que em parte se deve à ausência de legislação nacional. A metodologia do estudo centrou-se nos instrumentos de observação directa, entrevistas e questionários. Na revisão da literatura procurou obter-se um suporte teórico para a parte prática do trabalho, apresentando alguns tipos de tratamento adoptados noutros países e caracterização dos efluentes hospitalares. Na parte prática deste trabalho foi efectuado um levantamento da situação dos hospitais a nível nacional, e apresentação de algumas propostas técnicas para diminuição dos riscos,para a saúde pública e para o ambiente, resultantes do lançamento destes efluentes na rede pública,sem qualquer controlo. O levantamento baseou-se na caracterização da unidade de saúde, os tipos de tratamento adoptados e tipos de drenagem existentes. Com vista a obter uma perspectiva global da situação de referência, os resultados foram extrapolados para outras unidades de saúde com situação semelhante em termos de número de camas e tipo de unidade. Os resultados fornecem um importante contributo sobre o conhecimento da situação nacional, sendo útil para futuras implementações no tratamento dos efluentes hospitalares e se forem tidos em consideração nos planos e regulamentações futuras. Para tal deve haver formação dos profissionais responsáveis, bem como o acompanhamento na gestão destes efluentes. Com a realização deste trabalho pode concluir-se que sem legislação ou incentivos financeiros torna-se difícil implementar uma gestão correcta dos efluentes hospitalares. Para um adequado tratamento das águas residuais é necessário que haja redes de drenagem independentes. Verifica-se que a drenagem e o tratamento dependem do tipo de unidade de saúde, e da pessoa responsável pelo serviço.
Description: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil Engenharia Sanitária
URI: http://hdl.handle.net/10362/2360
Appears in Collections:FCT: DCEA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Falcao_2009.pdf21.6 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE