DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Química >
FCT: DQ - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/2042

Título: Aplicação de compósitos de TiO2 em carvão activado na fotodegradação do fenol com luz ultravioleta
Autor: Fernandes, Isabel Margarida Duarte
Orientador: Lima, João
Fonseca, Isabel
Palavras-chave: Degradação do fenol
Fotocatálise heterogénea
TiO2
Carvão activado
Radiação ultravioleta
Tratamento de águas residuais
Issue Date: 2009
Editora: FCT - UNL
Resumo: O presente trabalho tem como objectivo principal o estudo da viabilidade da aplicação de compósitos de dióxido de titânio (TiO2) impregnados em carvão activado (CA) na fotodegradação do fenol, no âmbito do tratamento de águas residuais. A base deste estudo é o uso de processos oxidativos avançados (POA), como a fotocatálise heterogénea, que permite combinar a actividade fotocatalítica do semicondutor TiO2 com a capacidade de adsorção do carvão activado. A fotodegradação do fenol foi realizada com oito amostras diferentes de carvão activado com e sem impregnação de TiO2. A radiação Ultravioleta foi feita com uma lâmpada de Xénon monocromada ao comprimento de onda de 270 nm. A fotodegradação não catalisada do fenol foi também realizada e utilizada como referência para aferir o aumento da fotodegradação nas amostras com degradação fotocatalítica. A influência da massa de carvão activado na fotodegradação foi também analisada. A quantidade de fenol degradado foi determinada por análise espectral, por vezes com recurso à decomposição espectral, tendo em conta a formação de alguns dos intermediários conhecidos da fotodegradação do fenol, como a hidroquinona, a quinona e o catecol. Verificou-se que nos tempos iniciais de irradiação, a quantidade de fenol fotodegradado, tanto na presença de carvão activado, como na presença de carvão activado com a impregnação de TiO2 (CA/TiO2), é superior à quantidade de fenol fotodegradado na ausência de fotocatalisador. No entanto, para tempos mais longos de irradiação, a fotodegradação com CA/TiO2 é menos eficiente que a fotodegradação sem catalisador. A diminuição da actividade fotocatalítica, o acesso dificultado do fenol ao fotocatalisador impregnado em carvão activado e/ou a competição do carvão activado pela luz podem estar na origem dos resultados obtidos.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Química e Bioquímica
URI: http://hdl.handle.net/10362/2042
Appears in Collections:FCT: DQ - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Fernandes_2009.pdf2 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia