DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Informática >
FCT: DI - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/2011

Título: Um modelo de grupos para aplicações interactivas distribuídas
Autor: Morgado, Carmen Pires
Orientador: Cunha, José
Correia, Nuno
Issue Date: 2007
Editora: FCT - UNL
Resumo: A generalização da utilização de dispositivos móveis tais como portáteis, PDAs e telemóveis, com capacidades computacionais cada vez maiores, assim como a evolução que tem vindo a surgir na área das infraestruturas de rede sem fio ("wireless"), oferece aos utilizadores a possibilidade de estarem ligados entre si a qualquer momento. Este facto deu origem a um desenvolvimento significativo no surgimento de aplicações, que explorem as características de mobilidade e interacção. É também um facto que os seres humanos possuem uma tendência natural para interagirem entre si, estabelecendo comunicações como forma de partilhar informação e também estabelecer formas de relacionamentos estruturados, formando deste modo grupos de interesse. Isto motivou a investigação na área dos modelos, abstracções e mecanismos que permitam o estabelecimento de interacções de um modo transparente e flexível entre grupos de utilizadores. Neste trabalho são discutidos e analisados possíveis cenários de aplicação e os requisitos que estes colocam aos ambientes de suporte. Foi dada especial atenção à forma como as entidades nestes ambientes estabelecem interacções e se organizam em estruturas mais complexas (grupos), com o objectivo de partilhar, cooperar e colaborar entre si, com a definição de um novo conjunto de necessidades de serviços. O principal objectivo deste trabalho foi o de criar e desenvolver um modelo capaz de captar a dinâmica das aplicações interactivas distribuídas, suportando as interacções entre os membros do grupo, de forma transparente e flexível. O modelo compreende um conjunto de primitivas especializadas para ambientes de apoio a aplicações baseadas em grupos. Estas primitivas ajudam o programador de aplicações a especificar os padrões de colaboração e comunicação entre os membros dos grupos. Os grupos podem ser criados e destruídos dinamicamente e a sua composição pode variar ao longo do tempo.
Descrição: Dissertação apresentada para a obtenção do Grau de Doutor em Informática pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/2011
Appears in Collections:FCT: DI - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Morgado_2007.pdf12,49 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia