DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Informática >
FCT: DI - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/2011

Title: Um modelo de grupos para aplicações interactivas distribuídas
Authors: Morgado, Carmen Pires
Advisor: Cunha, José
Correia, Nuno
Issue Date: 2007
Publisher: FCT - UNL
Abstract: A generalização da utilização de dispositivos móveis tais como portáteis, PDAs e telemóveis, com capacidades computacionais cada vez maiores, assim como a evolução que tem vindo a surgir na área das infraestruturas de rede sem fio ("wireless"), oferece aos utilizadores a possibilidade de estarem ligados entre si a qualquer momento. Este facto deu origem a um desenvolvimento significativo no surgimento de aplicações, que explorem as características de mobilidade e interacção. É também um facto que os seres humanos possuem uma tendência natural para interagirem entre si, estabelecendo comunicações como forma de partilhar informação e também estabelecer formas de relacionamentos estruturados, formando deste modo grupos de interesse. Isto motivou a investigação na área dos modelos, abstracções e mecanismos que permitam o estabelecimento de interacções de um modo transparente e flexível entre grupos de utilizadores. Neste trabalho são discutidos e analisados possíveis cenários de aplicação e os requisitos que estes colocam aos ambientes de suporte. Foi dada especial atenção à forma como as entidades nestes ambientes estabelecem interacções e se organizam em estruturas mais complexas (grupos), com o objectivo de partilhar, cooperar e colaborar entre si, com a definição de um novo conjunto de necessidades de serviços. O principal objectivo deste trabalho foi o de criar e desenvolver um modelo capaz de captar a dinâmica das aplicações interactivas distribuídas, suportando as interacções entre os membros do grupo, de forma transparente e flexível. O modelo compreende um conjunto de primitivas especializadas para ambientes de apoio a aplicações baseadas em grupos. Estas primitivas ajudam o programador de aplicações a especificar os padrões de colaboração e comunicação entre os membros dos grupos. Os grupos podem ser criados e destruídos dinamicamente e a sua composição pode variar ao longo do tempo.
Description: Dissertação apresentada para a obtenção do Grau de Doutor em Informática pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/2011
Appears in Collections:FCT: DI - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Morgado_2007.pdf12.49 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE