DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Informática >
FCT: DI - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/1984

Título: Uma linguagem de domínio específico para a framework i*
Autor: Nunes, Carlos Miguel
Orientador: Araújo, João
Amaral, Vasco
Palavras-chave: Framework i*
Linguagens de domínio especifico
Metamodelação
Engenharia de requisitos
Issue Date: 2009
Editora: FCT - UNL
Resumo: A framework i* é uma framework orientada aos objectivos muito popular na comunidade de engenharia de requisitos, tendo começado a ser aplicada na indústria. É uma abordagem sistemática usada para descobrir e estruturar requisitos a um nível organizacional, onde requisitos não funcionais e as suas relações são especificados. No entanto ainda há muito por fazer em termos de investigação sobre este framework. Por exemplo, a definição e a relação dos seus elementos através de metamodelos continua a conter algumas ambiguidades, o que leva a que as ferramentas existentes não consigam implementar de modo eficaz todas as potencialidades disponibilizadas por esta linguagem permitindo a criação de modelos inconsistentes, assim como os modelos criados nessas ferramentas continuam a apresentar sérios problemas de gestão de escalabilidade dos mesmos. Assim um dos objectivos desta tese consiste no estudo do metamodelo do i* e das ferramentas que o implementam, com o objectivo de identificar as suas limitações. O estudo desse metamodelo vai possibilitar a resolução das referidas ambiguidades e introduzir mecanismos que permitam gerir a escalabilidade dos modelos criados, sendo a escalabilidade um problema típico quando se pretende modelar sistemas reais com uma complexidade aceitável. Para que isto se torne possível, uma Linguagem de Domínio Especifico (LDE) vai ser especificada. Uma LDE tem como propósito especificar e modelar conceitos num determinado domínio, tendo várias vantagens em relação às linguagens de domínio geral, tais como permitir expressar a solução de um problema na linguagem desejada e ao nível de abstracção desejado. Para se poder criar uma LDE com sucesso, normalmente é necessário começar por especificar a sua sintaxe recorrendo a um metamodelo que será dado como input para os workbenches da linguagem que vão gerar o editor correspondente. Com um editor apropriado para a linguagem podemos especificar modelos com a notação proposta. Esta tese pretende então desenhar e desenvolver uma LDE para a framework i*, com o propósito de gerir a complexidade e escalabilidade dos seus modelos concretos, introduzindo para esse efeito algumas inovações nesse metamodelo tais como mecanismos que ajudem a gerir a escalabilidade dos modelos produzidos.
Descrição: Dissertação apresentada para obtenção do Grau de Mestre em Informática, pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/1984
Appears in Collections:FCT: DI - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Nunes_2009.pdf1,61 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia