DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Informática >
FCT: DI - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/1963

Título: Uma infra-estrutura computacional para aumentar objectos reais com informação adicional
Autor: Madeira, Rui Miguel Neves G.
Orientador: Correia, Nuno Manuel Robalo
Palavras-chave: Computação ubíqua
Objectos aumentados
Informação contextual
RFID
Bluetooth
Dispositivos móveis
Ecrãs públicos
Issue Date: 2007
Editora: FCT - UNL
Resumo: A Computação Ubíqua tem como objectivo principal a construção de sistemas computacionais que suportem e facilitem o quotidiano dos utilizadores, mas sendo o menos intrusivos possível. Idealmente, estes nem se aperceberiam desse seu papel, pois toda a estrutura do sistema estaria de tal forma integrada no ambiente que se tornaria invisível, fazendo desaparecer a consciência de que se está perante um sistema computacional. Nos últimos anos, tem-se intensifi cado a investigação nesta área e são muitos os avanços tecnológicos, mas o cenário actual ainda se encontra longe de um quotidiano preenchido por sistemas ubíquos invisíveis. Esta dissertação segue uma perspectiva que defende uma aproximação prudente e iterativa à visão de Computação Ubíqua. Neste âmbito, é estudada e apresentada uma proposta de arquitectura e sistema, baseada em tecnologias reconhecidas, com um objectivo aplicacional restrito. Este sistema aumenta os objectos físicos presentes num ambiente através da apresentação de informação multimédia adicional. A informação que aumenta um objecto é contextual,baseando-se não só no objecto, mas também na sua localização específica, no espaço e no per l dos utilizadores. Foi desenhada uma arquitectura genérica para a implementação de infra-estruturas computacionais deste tipo em qualquer espaço físico. Esta tem em consideraração a distribuição do sistema pelas várias entidades presentes no ambiente, que são utilizadores, dispositivos e objectos. A apresentação da informação é feita onde e quando é necessária, sendo o mais discreta possível,e com interacção passiva. Numa abordagem complementar, permite-se uma interacção activa, desde que solicitada pelo utilizador. Foram desenvolvidos dois protótipos da infra-estrutura, cada um com base numa tecnologia madura para detecção e comunicação - RFID e Bluetooth. Estes protótipos permitiram que estas tecnologias fossem testadas, servindo também como prova de viabilidade da infra-estrutura.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para a obtenção do grau de Mestre em Engenharia Informática
URI: http://hdl.handle.net/10362/1963
Appears in Collections:FCT: DI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Madeira_2007.pdf6,87 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia