DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências Sociais Aplicadas >
FCT: DCSA - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/1297

Título: O desafio à formação de professores de enfermagem
Outros títulos: Um contributo para a mudança das práticas
Autor: Oliveira, Maria de Lurdes de Magalhães
Orientador: Oliveira, Maria Teresa Morais de
Palavras-chave: Formação de professores - Ensino Superior Politécnico
Professores de enfermagem
Issue Date: 2006
Editora: FCT - UNL
Resumo: A educação e a formação constituem um dos maiores desafios do nosso tempo, interpelando não só professores, mas também gestores e políticos. Partindo desse desejo, desenvolvemos um trabalho que teve como ponto de partida a seguinte questão de investigação: como percepcionam os professores adjuntos do ensino superior politécnico de enfermagem as exigências e necessidades de formação emergentes dos actuais desafios do sistema educativo? O âmbito desta investigação circunscreve-se à formação e tem por objectivos: compreender a problemática da formação de professores do ensino superior politécnico de enfermagem à luz das actuais políticas educativas, numa perspectiva de mudança e desenvolvimento pessoal e profissional; compreender se a formação constitui uma prioridade e que importância lhe atribuem os professores; compreender o papel das escolas superiores de enfermagem face à formação dos seus docentes; conhecer os constrangimentos vivenciados pelos professores na “vertente formação” e como interferem na mudança das práticas de ensino; analisar a relação entre concepções da formação dos professores de enfermagem e a história pessoal e familiar, institucional e a realização de projectos pessoais; compreender a importância atribuída aos valores na formação de estudantes do curso de licenciatura em enfermagem e na formação de professores; contribuir com sugestões para a mudança das práticas de formação dos professores de enfermagem. Para se atingir estes objectivos construiu-se um quadro teórico onde se cruzam diferentes concepções, modelos e paradigmas, competências, dimensão ética, deontologia e valores, apoiados numa abordagem diacrónica de formação de professores com especial incidência na área de enfermagem. O processo metodológico recai sobre o paradigma qualitativo, compreensivo e interpretativo, que inclui uma fase de trabalho mais extensivo, com recurso ao inquérito por questionário. E, na segunda fase de trabalho, mais em profundidade, optámos pela realização de inquérito por entrevista, narrativa e análise documental recorrendo-se à análise temática de conteúdo. A 1ª fase do estudo desenvolveu-se em sete escolas superiores de enfermagem oficiais públicas do país incluindo as Regiões Autónomas dos Açores e Madeira. Decorreu num contexto de grande interesse manifestado pelos sessenta e quatro professores adjuntos que nele participaram. A 2ª fase desenvolveu-se em três escolas superiores de enfermagem oficiais públicas e com a participação de três professores adjuntos. Os resultados obtidos na investigação permitem concluir que a formação merece todo o interesse pelos professores no sentido de mudança de paradigma dessa formação como contributo para a melhoria da qualidade do ensino e resposta aos actuais desafios da sociedade. Salienta-se, ainda, a necessidade de uma maior autonomia e participação dos professores no processo de formação e a criação de parcerias nacionais e internacionais entre escolas superiores de enfermagem, universidades e outros países da Europa. São, também, relevantes os constrangimentos vivenciados pelos professores no que concerne a formação, salientando-se, nomeadamente a falta de tempo, demasiadas actividades a desenvolver, horários rígidos, turmas demasiado numerosas, a escassez de recursos humanos e financeiros, falta de incentivos por parte das direcções de escolas e a inexistência de planos de formação. Sugere-se que: as escolas dêem mais atenção à formação de professores; se definam critérios de formação coerentes e de acordo com o interesse e necessidade de formação dos docentes e a criação de planos de formação conducentes ao estabelecimento de uma política educativa de formação.
URI: http://hdl.handle.net/10362/1297
Appears in Collections:FCT: UIED - Teses de Doutoramento
FCT: DCSA - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
oliveira_2006.pdf1,79 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE